Exportar registro bibliográfico

Determinação de abundâncias químicas em simbióticas amarelas austrais (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated author: CALBO, SILVIA RIBEIRO - IAG
  • School: IAG
  • Sigla do Departamento: AGA
  • Subjects: ABUNDÂNCIAS (ASTRONOMIA); MEIO INTERESTELAR
  • Language: Português
  • Abstract: Com o presente trabalho contribui-se para o estudo das composições químicas das estrelas simbióticas do hemisfério sul, muito pouco exploradas na literatura. Apresenta-se um conjunto completo de simbióticas amarelas austrais extraído do catálogo de Belczynski [5]. Alguns dos objetos analisados não possuem nem se quer dados espectrópicos na literatura. Obtém-se os dados deste trabalho com o telescópio de 1.6 m do LNA e da base de dados do satélite I.U.E. Calcula-se o avermelhamento a partir das linhas de recombinação do H, aplicando os valores de extinção interestelar obtidos dos espectros no visível aos do U.V. A partir das razões entre as linhas do [OIII] e [NII] e supondo uma temperatura eletrônica de 12 000 K (Nussbauner [42]) encontra-se as densidades eletrônicas presentes nas nebulosas dos sistemas simbióticos. Com estes dados, mais os fluxos das linhas derivam-se as abundâncias químicas das nebulosas dos sistemas simbióticos; C,N,O no U.V. e He,Ar,S,O e N no visível. Comparam-se as abundâncias no visível com as das simbióticas na direção do bojo (Luna [34]) e com nebulosas planetárias (Escudero [16]). Nota-se que em geral as simbióticas são mais enriquecidas em em N e He do que as planetárias isto ocorre provavelmente porque as progenitoras das estrelas simbióticas são mais massivas do que as das planetárias. No entanto, para elementos como O, Ar e S encontram-se abundâncias muito próximas entre simbióticas e planetárias. Comparam-se também, asabundâncias das simbióticas amarelas desta amostra com a de planetárias do disco extraídas do trabalho de Pottasch [48], cefeidas de Luck e Lambert [33], abundâncias das gigantes G,K e M obtidas a partir de Lambert e Ries [30], as anãs G e K de Reddy et al [49], as gigantes M de Smith e Lambert [53], abundâncias das estrelas Ba extraídas de Smith [52], as estrelas mild Ba dos tipos espectrais G8 a K3 de Berdyugina [6], as early R de Dominy [13], estrelas C (continua) ) de Lambert et al [29] e por fim as estrelas M e S (MS) de Smith & Lambert [53]. Pode-se distinguir dois grupos de simbióticas amarelas a partir dos diagramas C/N-O/N. Um grupo apresenta produtos do ciclo CN e situa-se próximo à curva de baixa metalicidade e metalicidade solar. O outro grupo, encontra-se próximo da curva C/O=1, que consiste de objetos enriquecidos de carbono (Schmid & Nussbaumer[51]). As estrelas simbióticas enriquecidas em C não estão univocamente assicdas as estrelas Ba oy early R. Estes dois grupos representam as simbióticas amarelas tipo s e d'respectivamente. Por fim, conclui-se que os sistemas simbióticos amarelos analisados neste trabalho confirmam o modelo de que seriam estrelas AGBs iluminadas por alguma fonte quente de radiação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.06.2004
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CALBO, Sílvia Ribeiro. Determinação de abundâncias químicas em simbióticas amarelas austrais. 2004. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/14/14131/tde-01052006-182521/. Acesso em: 19 ago. 2022.
    • APA

      Calbo, S. R. (2004). Determinação de abundâncias químicas em simbióticas amarelas austrais (Dissertação (Mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/14/14131/tde-01052006-182521/
    • NLM

      Calbo SR. Determinação de abundâncias químicas em simbióticas amarelas austrais [Internet]. 2004 ;[citado 2022 ago. 19 ] Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/14/14131/tde-01052006-182521/
    • Vancouver

      Calbo SR. Determinação de abundâncias químicas em simbióticas amarelas austrais [Internet]. 2004 ;[citado 2022 ago. 19 ] Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/14/14131/tde-01052006-182521/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022