Exportar registro bibliográfico

Similaridade genética e caracterização fenotípica e molecular de marcadores de virulência de Yersinia enterocolítica de bio-sorotipos e origem diversos: investigação de Quorum sensing na sua patogênese (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: FALCÃO, JULIANA PFRIMER - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: YERSINIA; VIRULÊNCIA; IMUNOLOGIA CELULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Foram estudadas 144 amostras de Yersinia enterocolitica, sendo 71 do bio-soro-fagotipo 4/O:3/VIII, isoladas de fezes diarréicas humanas (37) e de material clínico de animais (34), e 73 pertencentes a bio-soro-fagotipos distintos, isoladas de alimentos (35) e do meio ambiente (38), pertencentes à coleção de cultura do Laboratório de Referência em Yersinia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNESP, Araraquara. Em todas as amostras, foram investigados o perfil de resistência a drogas, o comportamento frente aos testes de autoaglutinação a 37°C, dependência ao cálcio a 37°C, absorção do corante Vermelho Congo, atividade da pirazinamidase, fermentação da salicina, hidrólise da esculina e a presença dos genes inv, ail, yst e virF pela técnica do PCR. A similaridade genética entre as amostras, com exceção das isoladas do meio ambiente, foi verificada utilizando-se as técnicas de Eletroforese em Campo Pulsado (ECP) e ERIC-PCR. Adicionalmente, foram realizados experimentos para verificar a capacidade de produção das moléculas de acyl-homoserina-lactonas e AI-2, envolvidas na sinalização dos sistemas quorum sensing, pelas cepas de Y. enterocolitica tipo selvagem ATCC8081(IB/O:8) e IP8240 (4/O:3). Também foi estudado se haveria alteração nos comportamentos de invasão de células HeLa e motilidade destas cepas quando expostas a concentrações crescentes dos autoindutores citados. Todas as amostras apresentaram resistência a duas ou mais das drogas testadas, com exceçãode três (7,9%) das ambientais que foram resistentes apenas a uma droga. Todas apresentaram comportamento relacionado a virulência frente aos testes de hidrólise da esculina, fermentação da salicina e atividade da pirazinamidase, com exceção dos isolados de alimentos, onde apenas uma amostra (2,9%) teve este comportamento. Para os outros testes fenotípicos, 27 (73,0%) dos isolados de fezes humanas ... 14 (41,2%) de animais, um (2,9%) de alimentos e 4 (10,5%) do ambiente foram positivos. O gene inv foi detectado em todas amostras. Os genes ail e yst foram detectados em praticamente todos isolados de material clínico humano, animais, ambiente e apenas em dois (5,7%) de alimentos. A presença do gene virF foi variável e detectada em 35 (94,6%),21 (61,8%), uma (2,9%) e em 4 (10,5%) amostras isoladas de material clínico humano, animais, alimentos e ambiente, respectivamente. As duas amostras de alimentos, portadoras dos genes de virulência, foram agrupadas mais próximas às isoladas de humanos e animais pela técnica do ERIC-PCR. As amostras foram melhor discriminadas pela técnica de ECP do que por ERIC-PCR. As amostras isoladas de material clínico humano e animal apresentaram alta similaridade genética. Estudos de quorum sensing mostraram que as cepas estudadas produziram os autoindutores pesquisados e que um deles parece controlar a motilidade da cepa ATCC8081. Pelos resultados obtidos conclui-se que alimentos contaminados com Y. enterocolitica debio-sorotipos não comumente relacionados a doença podem causar infecção, amostras ambientais com potencial de virulência apresentam risco à população, a alta similaridade genética entre os isolados de material clínico humano e animais sugere que, em nosso meio, animais funcionam como reservatório de Y. enterocolitica e há indicações da participação dos sistemas quorum sensing na pato gênese desta bactéria
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FALCÃO, Juliana Pfrimer; BROCCHI, Marcelo. Similaridade genética e caracterização fenotípica e molecular de marcadores de virulência de Yersinia enterocolítica de bio-sorotipos e origem diversos: investigação de Quorum sensing na sua patogênese. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Falcão, J. P., & Brocchi, M. (2004). Similaridade genética e caracterização fenotípica e molecular de marcadores de virulência de Yersinia enterocolítica de bio-sorotipos e origem diversos: investigação de Quorum sensing na sua patogênese. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Falcão JP, Brocchi M. Similaridade genética e caracterização fenotípica e molecular de marcadores de virulência de Yersinia enterocolítica de bio-sorotipos e origem diversos: investigação de Quorum sensing na sua patogênese. 2004 ;
    • Vancouver

      Falcão JP, Brocchi M. Similaridade genética e caracterização fenotípica e molecular de marcadores de virulência de Yersinia enterocolítica de bio-sorotipos e origem diversos: investigação de Quorum sensing na sua patogênese. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021