Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Produção de metabólitos secundários por Monascus purpureus CCT 3802: influência da concentração de oxigênio dissolvido, velocidade específica de crescimento e morfologia (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREIRA, DANIELA GEREVINI - EP
  • Unidades: EP
  • Sigla do Departamento: PQI
  • Subjects: ADITIVOS ALIMENTARES
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo do trabalho foi desenvolver processo de produção de pigmentos vermelhos (metabólito secundário), por Monascus purpureus CCT3802 cultivado em meio líquido. Condições de cultivo eleitas como variáveis de estudo: morfologia microbiana (modificada em função da freqüência de agitação, N: 200 a 700rpm) e concentração de oxigênio dissolvido (C: 10 a 120%) - aplicadas a cultivos descontínuos; velocidade específica de crescimento (µ), aplicada a cultivos descontínuos alimentados e contínuos. C foi mantido constante através do controle da composição do gás admitido (ar, O2, N2). Dimensões das imagens capazes de discriminar as macroformas consideradas (hifas dispersas, clumps e pellets, constituídos de hifas menos ou mais aglomeradas, respectivamente), são: área superficial, A (µm2), razão entre A e o comprimento do objeto medido, e full ratio (razão entre A e área convexa). A área superficial foi a característica geométrica mais significativa na distinção entre as três formas: hifas - 100<(A)<9000; clumps - 7000<(A)<180000; pellets - (A)>120000. Quando da intersecção dos valores de A, a distinção de formas deu-se pelas outras dimensões geométricas. Quanto a micromorfologia, identificou-se o grau de ramificação (razão entre o número de pontas da hifa e seu comprimento) como parâmetro de interesse na correlação com a produção de pigmentos vermelhos. As condições de cultivo que levaram à maior produção específica dos pigmentos vermelhos - 0,35U.L.g-1 - foramC=60% e N=600rpm. Nessas condições, verificou-se produção de citrinina (nefrotoxina) cerca de 40% inferior ao valor máximo. Nos ensaios descontínuos alimentados (vazão de alimentação exponencialmente crescente) e contínuos, o valor de µ foi controlado a 0,1, 0,05, 0,03, 0,025 e 0,01 h-1, valores inferiores a µmáx (0,15h-1). Verificou-se a maior produção específica (0,63U.L.g-1 ) em pigmentos vermelhos sob µ=0,01h-1. ) Por outro lado, a viabilidade celular foi reduzida desde 91% (µ= 0,1h-1) até 68% para µ= 0,025h-1. Verificou-se aumento do grau de ramificação das hifas (cerca de 2,2 vezes) e concomitante intensificação da freqüência das formas aglomeradas (clumps) quando do cultivo sob limitação das fontes de carbono e energia (glicose), e oxigênio dissolvido. A produção de pigmentos vermelhos, todavia, é prejudicada pela limitação na concentração de oxigênio dissolvido (C<10%) e não pelo aumento da freqüência de clumps
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.10.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Daniela Gerevini; KILIKIAN, Beatriz Vahan. Produção de metabólitos secundários por Monascus purpureus CCT 3802: influência da concentração de oxigênio dissolvido, velocidade específica de crescimento e morfologia. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Pereira, D. G., & Kilikian, B. V. (2004). Produção de metabólitos secundários por Monascus purpureus CCT 3802: influência da concentração de oxigênio dissolvido, velocidade específica de crescimento e morfologia. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pereira DG, Kilikian BV. Produção de metabólitos secundários por Monascus purpureus CCT 3802: influência da concentração de oxigênio dissolvido, velocidade específica de crescimento e morfologia. 2004 ;
    • Vancouver

      Pereira DG, Kilikian BV. Produção de metabólitos secundários por Monascus purpureus CCT 3802: influência da concentração de oxigênio dissolvido, velocidade específica de crescimento e morfologia. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019