Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Fauna de coleópteros encontrados em Nidularium innocentii var. paxianum (Mez) L.B.Sm. (Bromeliaceae) no Núcleo Curucutu do parque Estadual Serra do Mar (SP) (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SILVA, ALEXANDRE ALBUQUERQUE DA - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: COLEOPTERA; BESOUROS; ODONATA; DIPTERA; HABITAT
  • Language: Português
  • Abstract: A arquitetura de algumas plantas permite que quantidades variáveis de água e serrapilheira fiquem acumuladas em suas estruturas. Às estruturas vegetais que possibilitam acúmulo de água foi dado o nome de fitotelma. Apesar de isolados os fitotelmata representarem uma fonte de recursos pequena e discreta, quando somados constituem uma grande fonte de recursos (abrigo, local de forrageio e alimento) para diversos grupos de animais e plantas. As bromélias são sem dúvida as maiores fornecedoras de fitotelmata e junto com as demias epífitas fornecem o ambiente para grande parte da imensa fauna de insetos que povoa o dossel. Uma fauna variada, porém pouco estudada (anuros, insetos e oligoquetos), habita os fitotelmata. Mais de 70 famílias de insetos de 11 ordens diferentes foram registradas em fitotelmata. Todas as ordens com representantes majoritariamente aquáticos estão representadas nesse microambiente. Diptera, coleoptera, e odonata são as ordens mais representativas. Neste trabalho, procurou-se caracterizar a fauna de besouros encontrados em Nidularium innocentii var. paxianum (Mez.) L.B.Sm. de hábitos epifítios ou de solo, em área de floresta ombrófila densa alto-montana localizada no núcleo Curucutu do parque Estadual Serra do Mar, São Paulo - SP com relação à sazonalidade, diversidade, abundância, biomassa e riqueza. Procurou-se coletar 5 bromélias epifíticas e 5 bromélias de solo por mês, durante 12 meses, entre setembro de 2003 e setembro de 2004. Asplantas foram levadas ao laboratório onde eram cuidadosamente desmontadas, folha a folha, sobre uma bacia branca. Todos os coleópteros encontrados foram fixados em etanol a 70%. Os adultos foram, então, montados em alfinetes entomológicos e identificados até o menor nível taxonômico possível. Foram obtidas larvas e edultos de 15 famílias de coleoptera. As larvas foram tratadas neste trabalho. Com relação aos adultos foram obtidos 40 espécies de 12 famílias de coleópteros totalizando 225 indivíduos. Entre as espécies coletadas estão Aglymbus bimaculatus (Dytiscidae) e Bdelyrus bromeliatilis (Scarabaeidae), espécies, até o momento, coletadas somente em bromélias. Nas bromélias de solo oram obtidos 112 indivíduos, identificados em 30 espécies e oito famílias. Nas bromélias epifíticas, foram obtidos 99 indivíduos, identificados em 19 espécies e nove famílias. Staphylinidae, Dytiscidae e Ptiliidae foram as famílias mais abundantes. Dytiscidae sp. 1, Ptiliidae sp.1 e Staphylinidae sp. 5 foram as espécies mais comuns. O comprimento médio foi de 3,5 mm. A biomassa somou 458.9 mg de peso seco. A densidade média foi de 3,9 bsouro/bromélia. O baixo poder dos testes estatísticos e os grandes desvios padrão obtidos sugerem subamostragem do ambiente. No entanto, o ajuste da equação de Clench aos dados obtidos indica que foram coletadas aproximadamente 70% do toral de espécies existentes em N. innocentii (Mez) L. B. Sm. No geral, as bromélias desolo foram mais ricas, diversas e apresentaram maior abundância e biomassa do que as bromélias epifíticas. No entanto, não foi possível detectar, caso existam, diferenças consistentes entre as faunas das bromélias de solo e epifíticas. Os picos de abundância, riqueza, densidade e biomassa ocorrem, de maneira geral, nos meses mais quentes e chuvosos. Apenas Staphylinidae sp. 5 apresentou Seasonal Maximu elevado, ou seja, apresentou sazonalidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.09.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Alexandre Albuquerque; VANIN, Sérgio Antonio. Fauna de coleópteros encontrados em Nidularium innocentii var. paxianum (Mez) L.B.Sm. (Bromeliaceae) no Núcleo Curucutu do parque Estadual Serra do Mar (SP). 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Silva, A. A., & Vanin, S. A. (2004). Fauna de coleópteros encontrados em Nidularium innocentii var. paxianum (Mez) L.B.Sm. (Bromeliaceae) no Núcleo Curucutu do parque Estadual Serra do Mar (SP). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva AA, Vanin SA. Fauna de coleópteros encontrados em Nidularium innocentii var. paxianum (Mez) L.B.Sm. (Bromeliaceae) no Núcleo Curucutu do parque Estadual Serra do Mar (SP). 2004 ;
    • Vancouver

      Silva AA, Vanin SA. Fauna de coleópteros encontrados em Nidularium innocentii var. paxianum (Mez) L.B.Sm. (Bromeliaceae) no Núcleo Curucutu do parque Estadual Serra do Mar (SP). 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019