Exportar registro bibliográfico

Estado, sociedade e descentralização da política pública de saúde no México (1982-2000) e no Brasil (1985-1998): construindo um novo domínio público em contextos de dupla transição política (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: SADDI, FABIANA DA CUNHA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FSL
  • Subjects: POLÍTICA DE SAÚDE; POLÍTICAS PÚBLICAS; POLÍTICAS PÚBLICAS; REFORMA DO SETOR SAÚDE
  • Keywords: Decentralization; Descentralização
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa analisa o processo recente de reforma da política pública de saúde para a população não-assegurada, no México (1982-2000) e no Brasil (1985-1998), como um processo de legitimação política, em construção nas esferas políticas macro (nacional) e micro (estadual no México e municipal no Brasil), e em articulação com as esferas da sociedade civil e econômica. Enfocaremos as estratégias de descentralização, construídas em distintos contextos de dupla transição a fim de integrar a população não-assegurada na política. O problema da legitimação da nova política pública - legalizada e reivindicada como legítima pela autoridade macro, porém dificilmente reconhecida durante a decisão e implementação nas esferas políticas micro -, será relacionado à problemática da identidade, isto é: ao fato do novo ser construído não apenas por novos atores e instituições, mas também por atores e instituições ainda identificados com a "velha" concepção de público que se pretende substituir/reformar. Estabeleceremos conexões entre os processos políticos macro e micro, verificando as formas distintas como as legalidades reivindicadas pelo poder macro nacional, em cada fase da reforma e país, foram realizadas no nível micro sub-nacional. A análise demonstra que um padrão mais amplo de participação direta na decisão macro, como é o caso do Brasil, resulta em níveis mais altos de identificação (política, administrativa e social) na política micro. Níveis de identificaçãoserão posicionados no contínuo obediência-rejeição e interpretados como coeficientes de legitimidade da política pública de saúde em construção em nos dois países
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.10.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SADDI, Fabiana da Cunha; SALLUM JÚNIOR, Brasílio. Estado, sociedade e descentralização da política pública de saúde no México (1982-2000) e no Brasil (1985-1998): construindo um novo domínio público em contextos de dupla transição política. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-24092012-091545/ >.
    • APA

      Saddi, F. da C., & Sallum Júnior, B. (2004). Estado, sociedade e descentralização da política pública de saúde no México (1982-2000) e no Brasil (1985-1998): construindo um novo domínio público em contextos de dupla transição política. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-24092012-091545/
    • NLM

      Saddi F da C, Sallum Júnior B. Estado, sociedade e descentralização da política pública de saúde no México (1982-2000) e no Brasil (1985-1998): construindo um novo domínio público em contextos de dupla transição política [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-24092012-091545/
    • Vancouver

      Saddi F da C, Sallum Júnior B. Estado, sociedade e descentralização da política pública de saúde no México (1982-2000) e no Brasil (1985-1998): construindo um novo domínio público em contextos de dupla transição política [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-24092012-091545/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021