Exportar registro bibliográfico

Uso de PVP-I tópico em feridas agudas e crônicas: revisão sistemática da literatura (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, ALCICLÉA DOS SANTOS - EE
  • Unidade: EE
  • Subjects: FERIMENTOS E LESÕES (TRATAMENTO;ENFERMAGEM); FERIDA CIRÚRGICA (PREVENÇÃO E CONTROLE); CICATRIZAÇÃO; LITERATURA (REVISÕES)
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo realizar revisão sistemática da literatura relacionada ao uso do PVP-I tópico no tratamento de feridas agudas e crônicas. Os artigos, do tipo ensaio clínico, foram localizados mediante busca eletrônica no banco de dados Cochrane, utilizando-se os seguintes descritores, referentes a tratamento, cicatrização e prevenção de infecção de feridas bem como relativos a Iodo e seus derivados: iodine, wound, acute ulcer, chronic ulcer, pressure ulcer, treatment, healing, infection, surgical. Foram identificados 62 artigos sobre o tema proposto, sendo acessados 42 (67,74%) deles. Destes, 34 atenderam os critérios de inclusão e compuseram esta revisão. Os artigos foram analisados quanto às características dos períodos e dos estudos, segundo ano, local e local e título da publicação, amostra, tipo de estudo, escopo, desenho metodológico, resultados e conclusão. Dos 34 ensaios clínicos selecionados, 20 (58,82%) foram publicados na década de 80 e 17 (50%) foram desenvolvidos nos Estados Unidos da América e Inglaterra. Após analisados, os 34 artigos foram classificados em cino grupos de acordo com a comparação do PVP-I (ou formulações análogas) com outros produtos: Grupo I - PVP-I versus outros agentes tópicos (11 ou 32,26%); Grupo II - PVP-I versus coberturas (7 ou 20,59%); Grupo III - PVP-I versus soro fisiológico (5 ou 14,70%); Grupo IV - PVP-I versus sem PVP-I (999 ou 26,47%) e Grupo V - PVP-I versus PVP-I em diferentes concentrações (2 ou5,88%). Pacientes com feridas cirúrgicas foram os mais freqüentes nas pesquisas (61,77%). Resultados favoráveis para a utilizåção do PVP-I ou similares ocorreram em 47,06% do total de artigos analisados. Quanto às tendências dos resultados relacionados aos objetivos dos estudos, 10 entre 16 investigações mostraram resultados desfavoráveis para a prevenção e tratamento de infecção; 4 entre 5 foram desfavoráveis quando cicatrização foi investigada, e 9 entre 13 foram favoráveis ao uso do PVP-I quando ambos objetivos estiveram presentes.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.09.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Alcicléa dos Santos; SANTOS, Vera Lúcia Conceição. Uso de PVP-I tópico em feridas agudas e crônicas: revisão sistemática da literatura. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Oliveira, A. dos S., & Santos, V. L. C. (2004). Uso de PVP-I tópico em feridas agudas e crônicas: revisão sistemática da literatura. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Oliveira A dos S, Santos VLC. Uso de PVP-I tópico em feridas agudas e crônicas: revisão sistemática da literatura. 2004 ;
    • Vancouver

      Oliveira A dos S, Santos VLC. Uso de PVP-I tópico em feridas agudas e crônicas: revisão sistemática da literatura. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020