Exportar registro bibliográfico

Estudo comparativo dos efeitos da neurólise precoce ou tardia de plexos simpáticos no tratamento da dor oncológica abdominal e pélvica (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, RAQUEL DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: NEOPLASIAS ABDOMINAIS; NEOPLASIAS PÉLVICAS; DOR (TRATAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: Neurólises de plexos simpáticos têm sido utilizadas no tratamento da dor oncológica, mostrando ser um recurso terapêutico bastante eficaz e seguro. Alguns estudos apontam a utilização da neurólise de plexos simpáticos em estágios iniciais da doença por prevenir a dor e melhorar a qualidade de vida, contrariando a OMS que preconiza o uso de métodos invasivos em última instância. Em estudo prospectivo, randomizado e controlado, neurólise de plexos simpáticos realizada em estágios diferentes do tratamento da dor oncológica foi comparada com o tratamento farmacológico. Foram selecionados 60 pacientes com câncer abdominal ou pélvico e alocados em três grupos. No grupo I (precoce) os pacientes estavam em uso de AINEs e opióides fracos ou fortes (dose inferior a 90mg/dia de morfina) e reportavam dor (VAS  4) quando foram submetidos a neurólise plexo celíaco (NPC), neurólise do plexo hipogástrico superior (NPHS) ou neurólise plexo simpático lombar (NPSL) de acordo com o sítio de dor. No grupo II (tardio) a neurólise foi realizada quando a utilizaçô de AINEs e morfina foram iguais ou superiores a 90mg/dia de morfina e VAS>4. No grupo III (controle) os pacientes fizeram uso somente de medicação analgésica. Os pacientes foram observados durante 8 semanas e avaliados quanto à intensidade da dor (VAS), consumo de opióides e qualidade de vida. Imediatamente após as neurólises e durante todo o tempo de observação, os pacientes dos grupos precoce e tardioapresentaram redução da intensidade da dor e do consumo de opióides, além disso melhora da qualidade de vida quando comparados com o grupo controle. Não houve diferenças entre os grupos precoce e tardio nestes aspectos. Efeitos adversos correlacionados com o uso de opióide, como nùseas e/ou vômitos, perda do apetite e constipação foram significativamente maiores no grupo controle. Complicações relacionadas às ) neurólises, tais como hipotensão e diarréia, foram transitórias e não deferiram significativamente do grupo controle. Não foram encontradas complicações sérias em nenhum dos grupos experimentais. A neurólise de plexos simpáticos foi efetiva na redução da intensidade da dor e do consumo de analgésicos e dos efeitos adversos relacionados com a administração de drogas, e na melhora da qualidade de vida dos pacientes. Embora não havendo diferenças entre os grupos precoce e tardio, os resultados apontam a necessidade de utilizar esta técnica como recurso não somente em fase terminal da doença
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.02.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Raquel de; REIS, Marlene Paulino dos. Estudo comparativo dos efeitos da neurólise precoce ou tardia de plexos simpáticos no tratamento da dor oncológica abdominal e pélvica. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-07112004-121529/ >.
    • APA

      Oliveira, R. de, & Reis, M. P. dos. (2004). Estudo comparativo dos efeitos da neurólise precoce ou tardia de plexos simpáticos no tratamento da dor oncológica abdominal e pélvica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-07112004-121529/
    • NLM

      Oliveira R de, Reis MP dos. Estudo comparativo dos efeitos da neurólise precoce ou tardia de plexos simpáticos no tratamento da dor oncológica abdominal e pélvica [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-07112004-121529/
    • Vancouver

      Oliveira R de, Reis MP dos. Estudo comparativo dos efeitos da neurólise precoce ou tardia de plexos simpáticos no tratamento da dor oncológica abdominal e pélvica [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-07112004-121529/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020