Exportar registro bibliográfico

Participação de CCR5 na modulação da rsposta imune na infecção por Trypanosoma cruzi (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: KOYAMA, NATALIA SAKURA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: IMUNOLOGIA CELULAR; IMUNOPARASITOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O protozoário causador da doença de Chagas, Trypanosoma cruzi, é um patógeno intracelular obrigatório de muitas células, com preferência pelas do músculo cardíaco. A miocardite chagásica é caracterizada por foco de necrose de miócitos e um infiltrado inflamatório composto por células mononucleares. A importância das quimiocinas no início e na modulação da migração celular para o coração ainda é desconhecida, mas certamente estão envolvidas no desenvolvimento e manutenção da miocardite chagásica. Resultados anteriores mostraram que quimiocinas ligantes de CCR5 (RANTES, MIP-1'alfa' e MIP-1'beta') são produzidas tanto in vitro como in vivo pelas células miocárdicas infectadas por T. cruzi. Dessa forma, nosso objetivo foi avaliar o papel de CCR5 e seus ligantes na defesa do hospedeiro e no desenvolvimento da miocardite chagásica. Para isto, camundongos' selvagens C57BL/6 e geneticamente deficientes de CCR5 (CCR5-/-) foram infectados por T. cruzi e os resultados mostraram que camundongos CCR5-/- são mais susceptíveis a infecção, uma vez que apresentaram parasitemia e mortalidade maiores em relação aos camundongos selvagens. Visto que IFN-'gama' e NO estão envolvidos na eliminação do parasita, sua produção prejudicada tornaria camundongos CCR5-/- altamente susceptíveis. Entretanto, observou-se que a produção desses fatores em animais CCR5-/- foi similar aos dos selvagens. Ainda, a atividade tripanocida de macrófagos também foi similar. Nós investigamosposteriormente se a maior mortalidade de camundongos CCR5-/- estaria relacionada com defeito no recrutamento de leucócitos para o coração, prejudicando o controle da replicação de parasitas. Nossos resultados demonstraram presença de infiltrado inflamatório reduzido e quantidade de ninhos de amastigotas significativamente maior no tecido cardíaco de camundongos CCR5-/- em relação aos selvagens. A análise das células do infiltrado inflamatório ... no miocárdio de camundongos CCR5-/- mostrou redução do número de células CD'4 POT. +' e macrófagos em relação aos selvagens. Nossos resultados sugerem que CCR5 tem um papel relevante na defesa do hospedeiro e migração celular para o coração durante a infecção por T. cruzi
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.05.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KOYAMA NATÁLIA SAKURA,; SILVA, João Santana da. Participação de CCR5 na modulação da rsposta imune na infecção por Trypanosoma cruzi. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Koyama Natália Sakura,, & Silva, J. S. da. (2004). Participação de CCR5 na modulação da rsposta imune na infecção por Trypanosoma cruzi. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Koyama Natália Sakura, Silva JS da. Participação de CCR5 na modulação da rsposta imune na infecção por Trypanosoma cruzi. 2004 ;
    • Vancouver

      Koyama Natália Sakura, Silva JS da. Participação de CCR5 na modulação da rsposta imune na infecção por Trypanosoma cruzi. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020