Exportar registro bibliográfico

Gravidade da doença hepática e população de células estreladas hepáticas em pacientes com hepatite C crônica com e sem co-infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: papel das citocinas TNF-alfa e TGF-beta1 (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: TORRES, MARIA DO CARMO MORAIS RODRIGUES - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: HEPATOPATIAS; GASTROENTEROLOGIA; CLÍNICA GERAL
  • Language: Português
  • Abstract: A co-infecção HCV/HIV está associada a maior gravidade da lesão hepática. Na produção da fibrose a população de células estreladas hepáticas (CEH) ativadas tem importante papel. A citocina TGF-'beta'1 constitui fator de ativação das CEH enquanto o TNF-'alfa' relaciona-se a necrose e inflamação hepática. Objetivos: 1- Avaliar pacientes com hepatite C crônica com e sem co-infecção pelo HIV quanto: gravidade da doença hepática, progressão da fibrose, tempo de evolução para cirrose, TNF-'alfa' e TGF-'beta'1 no soro e fígado e população de CEH, 2- Avaliar a correlação entre TNF-'alfa' e TGF-'beta'1 no soro e fígado com população CEH e scores de gravidade da doença hepática. 3- Avaliar a correlação entre as CEH e: gravidade da doença hepática, progressão da fibrose e tempo de evolução para cirrose. Métodos: Foram estudados 86 pacientes com hepatite C crônica, 43 co-infectados pelo HCV/HIV e 43 monoinfectados pelo HCV. Os pacientes foram pareados quanto: sexo, idade na contaminação pelo HCV, duração da infecção HCV e ingestão alcoólica. Todos pacientes com HCV/HIV tinham CD4>383cel/'mm POT. 3'. Foram determinados: score de necroinflamação (HAI), grau de fibrose e população de CEH [ativadas ('alfa'-SMA), não ativadas (GFAP) e proliferantes ('alfa'-SMA-PCNA e GFAP-PCNA)] escore de depósitos ferro no fígado em biópsias hepáticas, taxa de progressão da fibrose, tempo de evolução para cirrose e níveis de TGF-'beta'1 e TNF-'alfa' no soro e fígado. Resultados: Foram avaliados37 homens e 6 mulheres em cada grupo com idade entre 25-59 anos. A distribuição dos genótipos, carga viral do HCV, assim como níveis de TNF-'alfa' no soro foram semelhantes nos dois grupos. O grupo HCV/HIV apresentou mediana maior que o grupo HCV para: scores de HAI (11 vs. 8,2; p=0,02) e de fibrose (2 vs. 1; p=0,08), população de CEH ('alfa'-SMA: 28 vs. 15, 'alfa'-SMA-PCNA: 26,5 vs. 5, GFAP: 24 vs. 12, GFAP- PCNA: 22 vs. 4; p<0,0001), TGF-'beta'1 ... no fígado (51,4 vs. 24,6pg/100mg proteína; p=0,034), TNF-'alfa' no fígado (151,5 vs. 79,9pg/100mg proteína; p=0,003) e taxa de progressão da fibrose (0,114 vs. 0,088 unidade-fibrose/ano; p=0,006). O grupo HCV/HIV apresentou mediana menor de TGF-'beta'1 no soro (44,1 vs. 66,9pg/100mg proteína; p=0,003) e de tempo de evolução para cirrose (35 vs. 45 anos; p=0,011). Foi observada correlação positiva da população de CEH com: grau de fibrose (p<0,0001), score de HAI (p<0,0001), score de depósitos ferro no fígado (p=0,046) e taxa de progressão para fibrose (p<0,0001); e correlação negativa da população de CEH com tempo de evolução para cirrose (p<0,0001). Conclusões: A co-infecção HCV/HIV foi associada a maior gravidade da doença hepática, acelerando progressão da fibrose e reduzindo tempo de evolução para cirrose. Os níveis de TNF-'alfa' e TGF-'beta'1 no fígado e a população de CEH foram maiores na co-infecção HCV/HIV, com correlação positiva entre população de CEH e gravidade da doençahepática, taxa de progressão da fibrose e correlação negativa com tempo de evolução para cirrose. Os resultados reforçam que a co-infecção HCV/HIV modifica a história natural da hepatite C crônica conferindo maior gravidade à doença hepática com ativação das CEH e evidências sugerindo participação de TNF-'alfa' e TGF-'beta'1
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.05.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TORRES, Maria do Carmo Morais Rodrigues; MARTINELLI, Ana de Lourdes Candolo. Gravidade da doença hepática e população de células estreladas hepáticas em pacientes com hepatite C crônica com e sem co-infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: papel das citocinas TNF-alfa e TGF-beta1. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Torres, M. do C. M. R., & Martinelli, A. de L. C. (2004). Gravidade da doença hepática e população de células estreladas hepáticas em pacientes com hepatite C crônica com e sem co-infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: papel das citocinas TNF-alfa e TGF-beta1. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Torres M do CMR, Martinelli A de LC. Gravidade da doença hepática e população de células estreladas hepáticas em pacientes com hepatite C crônica com e sem co-infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: papel das citocinas TNF-alfa e TGF-beta1. 2004 ;
    • Vancouver

      Torres M do CMR, Martinelli A de LC. Gravidade da doença hepática e população de células estreladas hepáticas em pacientes com hepatite C crônica com e sem co-infecção pelo vírus da imunodeficiência humana: papel das citocinas TNF-alfa e TGF-beta1. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021