Exportar registro bibliográfico

Envolvimento de receptores 5-HT2A/2C do núcleo magno da rafe e do complexo gigantocelular na analgesia induzida pelo medo evocado por estimulação elétrica das camadas profundas do colículo superior e da substancia cinzenta periaquedutal dorsal (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, RICARDO DE - FFCLRP
  • Unidades: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: NEUROANATOMIA; NEUROFISIOLOGIA; PSICOFARMACOLOGIA; PSICOBIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: O teto mesencefálico é responsável pela elaboração de comportamentos defensivos, que por sua vez são caracterizados por alterações autonômicas e locomotoras, tais como o aumento da freqüência cardíaca, o aumento do fluxo sanguíneo para os músculos, piloereção, exoftalmia, alerta, congelamento, saltos, corrida, giros e vocalizações, que aumentam as chances de sobrevivência de um animal em risco iminente de vida. Além de todas essas alterações, após o comportamento de defesa, ocorre uma potente antinocicepção. Esta analgesia é devida à ativação de um sistema responsável pela modulação de impulsos nociceptivos em situações críticas para o animal confrontado com estímulos aversivos. Este sistema é comumente chamado de sistema endógeno de inibição de dor. O estímulo elétrico de estruturas que fazem parte deste sistema tais como a SCP, NMgR, NDR e NRpg promovem analgesia. O objetivo do nosso trabalho foi verificar o envolvimento do NMgR, do complexo gigantocelular e de receptores 5-'HT IND.2' na analgesia induzida pelo medo evocado pelo estímulo elétrico das CPCS e da SCPd. Para isso, foi microinjetada ritanserina, um antagonista para receptores 5-'HT IND.2A/2C', no NMgR e complexo gigantocelular, em animais que receberam implantes de eletrodos nas CPCS e SCPd que permitiam o estímulo elétrico local, e cânulas-guia direcionadas aos núcleos monoaminérgicos do sistema endógeno de inibição de dor (onde o bloqueio farmacológico era localmente efetuado). A ritanserina foicapaz de reverter a analgesia induzida pelo medo após o estímulo elétrico do mesencéfalo dorsal, sugerindo, assim, que este processo antinociceptivo está sob controle serotoninérgico, sendo especificamente recrutados receptores 5-'HT IND.2A/2c' localizados no NMgR e no complexo gigantocelular durante a elaboração da analgesia induzida pelo medo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.07.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Ricardo de; COIMBRA, Norberto Cysne. Envolvimento de receptores 5-HT2A/2C do núcleo magno da rafe e do complexo gigantocelular na analgesia induzida pelo medo evocado por estimulação elétrica das camadas profundas do colículo superior e da substancia cinzenta periaquedutal dorsal. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Oliveira, R. de, & Coimbra, N. C. (2004). Envolvimento de receptores 5-HT2A/2C do núcleo magno da rafe e do complexo gigantocelular na analgesia induzida pelo medo evocado por estimulação elétrica das camadas profundas do colículo superior e da substancia cinzenta periaquedutal dorsal. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Oliveira R de, Coimbra NC. Envolvimento de receptores 5-HT2A/2C do núcleo magno da rafe e do complexo gigantocelular na analgesia induzida pelo medo evocado por estimulação elétrica das camadas profundas do colículo superior e da substancia cinzenta periaquedutal dorsal. 2004 ;
    • Vancouver

      Oliveira R de, Coimbra NC. Envolvimento de receptores 5-HT2A/2C do núcleo magno da rafe e do complexo gigantocelular na analgesia induzida pelo medo evocado por estimulação elétrica das camadas profundas do colículo superior e da substancia cinzenta periaquedutal dorsal. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020