Exportar registro bibliográfico

Questões sobre raça e psicologia em periódicos brasileiros: a solução eugênica (1869-1940) (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: MASIERO, ANDRÉ LUÍS - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: RELAÇÕES ÉTNICAS E RACIAIS (ASPECTOS PSICOLÓGICOS); HISTÓRIA DA PSICOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: As chamadas teorias raciais chegaram ao Brasil por volta da década de 1870. De maneira geral, estas teorias afirmavam que as diversas raças humanas estavam submetidas a uma hierarquia determinada naturalmente. Este seria o motivo das desigualdades entre os povos e indivíduos. O Brasil, segundo muitos intelectuais brasileiros e estrangeiros, encontrava-se atrasado em relação às grandes nações por causa de sua grande "diversidade racial". A eugenia, uma ciência ideológica fundada por Francis Galton, chegou ao país como a esperança de "salvação da raça brasileira". Galton propunha estabelecer as condições ideais de reprodução humana, visando o melhoramento racial progressivo em todos os seus aspectos. Incorporadas pela intelectual idade brasileira, estas idéias difundiram-se por muitos domínios científicos, inclusive pelas ciências psicológicas. As técnicas de avaliação como as medidas de Q.I. e os psicodiagnósticos, criados ou adaptados por psiquiatras brasileiros do começo do sempre incluíram da variável "raça". Neste trabalho objetivamos explorar a formação histórica de uma "psicologia racial" no Brasil, enfatizando as suas diversas ramificações e propostas de intervenção no meio social. Partimos de dois pressupostos básicos: 1) A apropriação das teorias raciais pelos saberes psicológicos; 2) As concepções psicológicas inerentes às próprias teorias raciais. Como fontes utilizamos periódicos médicos, educacionais, anais de congressos e de sociedades eugênicas, bemcomo obras de referência, publicados no período em questão. Definimos as seguintes categorias historiográficas para análise: I) As diferenças psicológicas entre as diversas. etnias brasileiras; II) As "tendências" de certas raças para as doenças mentais; III) As propostas de "higiene racial" como forma de melhoramento psicológico da população brasileira. IV) A procura por uma "solução eugênica" para o "problema racial" brasileiro. O período entre ... 1869 e 1940 é quando as interseções entre as ciências psicológicas e as teorias raciais são mais significativas. Nos concentraremos no eixo Rio de Janeiro e São Paulo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.07.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MASIERO, André Luís; MASSIMI, Marina. Questões sobre raça e psicologia em periódicos brasileiros: a solução eugênica (1869-1940). 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Masiero, A. L., & Massimi, M. (2004). Questões sobre raça e psicologia em periódicos brasileiros: a solução eugênica (1869-1940). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Masiero AL, Massimi M. Questões sobre raça e psicologia em periódicos brasileiros: a solução eugênica (1869-1940). 2004 ;
    • Vancouver

      Masiero AL, Massimi M. Questões sobre raça e psicologia em periódicos brasileiros: a solução eugênica (1869-1940). 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021