Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa entre os pesos corpóreos estimados e os medidos obtidos de pacientes idosos e não-idosos em estado crítico (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: VIANA, JACIARA MACHADO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: DIETÉTICA; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; CLÍNICA CIRÚRGICA
  • Language: Português
  • Abstract: A antropometria corresponde à técnica de mensuração do corpo humano ou de suas várias partes. Este método foi desenvolvido no final do século XIX com a utilização de aparelhos de medição para quantificar diferenças na forma humana. A finalidade das medidas antropométricas é identificar a quantidade e distribuição dos principais determinantes composicionais do peso corpóreo. O objetivo do presente estudo foi comparar a medida direta do peso corpóreo com ajuda de uma balança portátil (real) e a estimada visualmente em pacientes em estado crítico, selecionados de acordo com a faixa etária. Foram estudados prospectivamente 74 pacientes de ambos os sexos (34 masculinos e 40 femininos). Cerca de 31 pacientes tinham idade igual ou superior a 60 anos. Todos os pacientes foram estratificados na admissão de acordo com índice de gravidade APACHE II- Acute Physiologic and Chronic Health Evaluation II. No momento da internação, o paciente era pesado à beira do leito com ajuda de uma balança portátil. Logo em seguida, era realizada a pesquisa do peso corpóreo estimado visualmente. Para cada doente participaram 10 pessoas da equipe médica e/ou da enfermagem escolhidos de forma aleatória, que escreviam de forma sigilosa o valor do peso corpóreo estimado. A média encontrada correspondia ao peso corpóreo estimado, sendo comparado com peso corpóreo medido (ou real). De acordo com a idade, os pacientes foram divididos em dois grupos distintos: aqueles com idade inferior a 60 anos eaqueles com 60 anos ou mais. O primeiro grupo era composto por 43 pacientes, sendo que 55,8 % (n = 24) tiveram os pesos corpóreos e os gastos energéticos em repouso subestimados e 41,9 % (n = 18) apresentaram uma superestimação desses dados, evidenciando-se uma diferença significativa do ponto de vista estatístico (p < 0,05) em ambas as situações, quando comparadas com os pesos corpóreos e os gastos energéticos em repouso reais dos respectivos ... pacientes. Em 2,3 % dos pacientes (n=1) foi observado que os dados reais eram iguais aos estimados. O segundo grupo era formado por 31 pacientes, sendo que 35,5% (n=11) tiveram os pesos corpóreos e os gastos energéticos em repouso subestimados, sendo esse resultado considerado estatisticamente significativo (p < 0,05). Em 64,5 % (n = 20) dos pacientes desse grupo os pesos corpóreos e os gastos energéticos em repouso foram superestimados, sendo esse dado também considerado significativo do ponto de vista estatístico (p < 0,05). Nesse grupo, nenhum paciente teve o peso corpóreo e o gasto energético em repouso real igual ao estimado. Entre o grupo total de pacientes (n = 74) os pesos corpóreos foram subestimados em 35 e superestimados em 38 pacientes, sendo observado um erro maior durante a subestimativa, resultado esse considerado significante do ponto de vista estatístico (p < 0,05). Em conclusão, observou-se diferença significativa do ponto de vista estatístico (p < 0,05) quandocomparados os pesos corpóreos e os gastos energéticos em repouso reais e estimados. Porém, apesar desse achado, os cálculos dos gastos energéticos em repouso pelos dois métodos (real e estimado) não foram importantes do ponto de vista clínico, pois os intervalos encontrados situam-se dentro da faixa de normalidade
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.08.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIANA, Jaciara Machado; BASILE FILHO, Aníbal. Análise comparativa entre os pesos corpóreos estimados e os medidos obtidos de pacientes idosos e não-idosos em estado crítico. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Viana, J. M., & Basile Filho, A. (2004). Análise comparativa entre os pesos corpóreos estimados e os medidos obtidos de pacientes idosos e não-idosos em estado crítico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Viana JM, Basile Filho A. Análise comparativa entre os pesos corpóreos estimados e os medidos obtidos de pacientes idosos e não-idosos em estado crítico. 2004 ;
    • Vancouver

      Viana JM, Basile Filho A. Análise comparativa entre os pesos corpóreos estimados e os medidos obtidos de pacientes idosos e não-idosos em estado crítico. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021