Exportar registro bibliográfico

O ajustamento do executivo expatriado: um estudo exploratório com expatriados na cidade de Macaé (RJ) (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: GONÇALVES, GABRIELA ARANTES - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Subjects: ADMINISTRAÇÃO (ASPECTOS SOCIAIS); COMUNICAÇÃO INTERCULTURAL
  • Language: Português
  • Abstract: As empresas estão cada vez mais buscando mercados internacionais devido à oportunidade de redução de custos, incentivos governamentais, maior acesso à tecnologia, matéria-prima e mercados em crescimento. Neste contexto, observa-se um aumento significativo de pessoas que vivem e trabalham em um país estrangeiro. Estas pessoas são popularmente denominadas como expatriadas. Na cidade de Macaé, no estado do Rio de Janeiro, é onde se encontra a maior concentração de expatriados do Brasil e por esta razão esta cidade foi escolhida para ser o cenário da pesquisa de campo deste trabalho. Um aspecto importante ressaltado por vários autores é a importância do ajustamento do expatriado para o sucesso da designação internacional. Segundo Dessler (1999) a razão pela qual muitos expatriados fracassam em designações internacionais estão relacionadas a sua inabilidade de se ajustar ao novo contexto. O modelo de Black et al (1991), um dos principais trabalhos sobre o assunto, divide o ajustamento de um expatriado em três facetas: ajustamento no trabalho que se refere à adaptação e efetividade do expatriado às tarefas e exigências do cargo no país estrangeiro; ajustamento na interação com os membros da cultura estrangeira que se refere à socialização do expatriado com os membros da cultura estrangeira; ajustamento ao ambiente estrangeiro em geral que se refere à adaptação do expatriado às condições de vida, cultura e costumes no país estrangeiro. O objetivo deste trabalho,portanto, foi analisar o processo de ajustamento do expatriado designado para trabalhar em subsidiárias de empresas multinacionais ligadas às atividades da exploração petrolífera - a principal atividade econômica da cidade - identificando quais foram os problemas que dificultaram e os fatores e práticas da empresa que facilitaram o ajustamento do expatriado em Macaé. O modelo teórico de Black et al (1991) foi utilizado para fundamentar a pesquisa de campo deste trabalho referente à análise dos fatores que impactaram no ajustamento do expatriado. Observou-se que cada fator do modelo de Black et al (1991) influenciou pelo menos uma faceta do ajustamento do expatriado. Além disso, os expatriados entrevistados identificaram outros fatores que impactaram no seu ajustamento, além dos fatores do modelo de Black et al (1991): competência técnica e gerencial, flexibilidade cultural, fluência no idioma, tempo gasto no relacionamento com os brasileiros fora do trabalho e preconceito dos brasileiros em relação aos estrangeiros. Em relação à análise das práticas de RH da empresa verificou-se a importância da empresa ampliar os critérios de seleção do expatriado com outros quesitos além da competência técnica e a experiência; planejar e dar suporte à mudança do expatriado para o país estrangeiro, oferecer treinamento intercultural antes da designação internacional; descrever previamente como o expatriado será avaliado durante a designação internacional, verificar se o expatriadosofrerá alguma desvantagem financeira relacionada ao custo de vida ou tributação mais elevada do país para onde ele será designado; planejar a repatriação do expatriado; e deixar claro a importância da experiência internacional para a carreira do expatriado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.09.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Gabriela Arantes; MIURA, Irene Kazumi. O ajustamento do executivo expatriado: um estudo exploratório com expatriados na cidade de Macaé (RJ). 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Gonçalves, G. A., & Miura, I. K. (2004). O ajustamento do executivo expatriado: um estudo exploratório com expatriados na cidade de Macaé (RJ). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gonçalves GA, Miura IK. O ajustamento do executivo expatriado: um estudo exploratório com expatriados na cidade de Macaé (RJ). 2004 ;
    • Vancouver

      Gonçalves GA, Miura IK. O ajustamento do executivo expatriado: um estudo exploratório com expatriados na cidade de Macaé (RJ). 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021