Exportar registro bibliográfico

Alterações compatíveis com o fenômeno de isquemia e reperfusão em ratos com obstrução biliar extra-hepática submetidos à derivação bílio-duodenal (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, MARCIO AUGUSTO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: HEPATOPATIAS; GASTROENTEROLOGIA; CLÍNICA CIRÚRGICA
  • Language: Português
  • Abstract: As taxas de mortalidade e de morbidade após o tratamento cirúrgico da icterícia obstrutiva ainda são muito elevadas, o que justifica o esforço de melhorar a compreensão de suas causas. O objetivo deste estudo foi investigar alterações compatíveis com o fenômeno de isquemia-reperfusão hepática em ratos com icterícia obstrutiva submetidos à derivação bílio-duodenal. Foram estudados 36 animais divididos em 6 grupos: CO1 -grupo controle avaliado 6 horas após cirurgia simulada; CO2 - grupo controle avaliado 24 horas após cirurgia simulada; OB1 -grupo com icterícia obstrutiva avaliado 6 horas após cirurgia simulada; OB2 -grupo com icterícia obstrutiva avaliado 24 horas após cirurgia simulada; DBD1 -grupo com icterícia obstrutiva avaliado 6 horas após derivação bílio-duodenal; DBD2 -grupo com icterícia obstrutiva avaliado 24 horas após derivação bílio-duodenal. Foram avaliadas a excreção biliar por meio das dosagens séricas de bilirrubinas e da fosfatase alcalina, a lesão celular por meio das dosagens séricas de AST e ALT, o metabolismo energético do fígado por meio da função mitocondrial, a atividade inflamatória com dosagens de TNF-'alfa', IL-1, IL-6 e nitrato/nitrito, a peroxidação lipídica pela mensuração de malondialdeído hepático e a lesão do parênquima hepático mediante avaliação histológica. Os resultados foram analisados estatisticamente pelo teste de Kruskal-Wallis e as comparações múltiplas foram feitas pelo teste de Dunn (p = 0,05). Asbilirrubinas séricas diminuíram após a descompressão biliar enquanto as aminotransferases aumentaram significativamente depois de 6 horas da derivação biliar (p < 0,01). O TNF-'alfa' dosado na 6ª hora após descompressão foi significantemente maior do que na 24ª hora (p < 0,05). O consumo de oxigênio nos estados 3 e 4 permaneceu elevado na fase inicial da descompressão biliar e a lesão hepatocelular piorou na 24ª hora após descompressão. A IL-l, a IL-6, o nitrato/nitrito ... e o malondialdeído não se alteraram de forma significativa entre os grupos. Os resultados demonstram que a descompressão biliar cirúrgica na icterícia obstrutiva se acompanha de alterações bioquímicas, metabólicas e histológicas compatíveis com o fenômeno de isquemia e reperfusão hepática e abrem perspectivas para ampliar a compreensão da fisiopatologia e do tratamento das complicações pós- operatórias precoces na icterícia obstrutiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.05.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Márcio Augusto; SANTOS, José Sebastião dos. Alterações compatíveis com o fenômeno de isquemia e reperfusão em ratos com obstrução biliar extra-hepática submetidos à derivação bílio-duodenal. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Ferreira, M. A., & Santos, J. S. dos. (2004). Alterações compatíveis com o fenômeno de isquemia e reperfusão em ratos com obstrução biliar extra-hepática submetidos à derivação bílio-duodenal. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Ferreira MA, Santos JS dos. Alterações compatíveis com o fenômeno de isquemia e reperfusão em ratos com obstrução biliar extra-hepática submetidos à derivação bílio-duodenal. 2004 ;
    • Vancouver

      Ferreira MA, Santos JS dos. Alterações compatíveis com o fenômeno de isquemia e reperfusão em ratos com obstrução biliar extra-hepática submetidos à derivação bílio-duodenal. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021