Exportar registro bibliográfico

Comparação de tratamentos preventivos à calcificação em biomaterial (pericárdio bovino) empregado para a confecção de válvulas cardíacas protéticas (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: AMOEDO, LUIS HENRIQUE GARCIA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Subjects: BIOMATERIAIS (USO;ESTUDO CLÍNICO); VALVAS CARDÍACAS (DESENVOLVIMENTO;CONTROLE); BIOPRÓTESE (DESENVOLVIMENTO;CONTROLE)
  • Language: Português
  • Abstract: Biopróteses de válvulas cardíacas derivadas de tecidos animais que sofreram ligações cruzadas por ação do glutaraldeído, como o pericárdio bovino, têm uso terapêutico limitado devido ao fato de que tendem a sofrer processo de calcificação. Para prevenir a calcificação, diversas modificações podem ser feitas nos biomateriais; uma das estratégias empregadas é introduzir moléculas volumosas que podem ocupar os espaços entre as estruturas, e por efeito estérico, impedir o crescimento dos cristais de cálcio. Assim o objetivo deste trabalho foi depositar um filme de polímero fluorado (tipo Teflon´MARCA REGISTRADA`), e um filme de carbono amorfo tipo diamante por entre as fibras de colágeno que compõem o pericárdio bovino, e com isso promover um impedimento estérico nos locais onde os cristais de cálcio poderiam se desenvolver. Para tanto, foi empregada a estratégia de deposição de polímero à base de tetrafluoreto de carbono e hidrogênio e de carbono amorfo tipo diamante por plasma. Amostras dos grupos controle, e tratados com os dois processos foram submetidas ao ensaio de citotoxicidade empregando células de fibroblastos de camumdongos, L929, com resultados satisfatórios. A resistência mecânica, também comparativa, foi efetuada e permitiu definir para os dois grupos tratados (polímero à base de tetrafluoreto de carbono e carbono amorfo tipo diamante) respectivamente valor de média geral correspondente a (1,0737 e 0,8565) kgf. A temperatura de encolhimento abruptodas amostras, efetuada como medida do grau de estabilização do colágeno após fixação, e foram verificados valores médios semelhantes entre os dois grupos tratados (90,3 e 90,8)´Graus Centígrados` e por sua vez superiores aos do controle. As avaliações feitas em microscopia eletrônica de varredura evidenciaram, sob aumento de 372X, superfícies de menor rugosidade para ambos os grupos tratados comparativamente ao controle, característica positiva )a princípio na hemocompatibilidade dos materiais. A superfície conseguida após tratamento com tetrafluoreto de carbono mostra-se mais uniforme que aquela submetida ao tratamento com carbono amorfo tipo diamante. As medições de cálcio por absorção atômica mostram diferenças intensas entre os valores medidos para controle, grupos tratados com tetrafluoreto de carbono e carbono amorfo tipo diamante. Os resultados obtidos a partir dos implantes subcutâneos, com tempo total de permanência de 25 dias, permitiram, após coloração de von Kossa, observar intenso contraste entre o grupo controle (com grosseiro depósito de cálcio) e grupos tratados, praticamente isentos de cálcio, eficácia funcional do tratamento, conforme já permitiam antever os resultados químicos. Ainda na coloração do tricrômio de Masson, permitiu que fosse evidenciada a integridade das fibras de colágeno, corroborando com o resultado mecânico (tração) e físico-químico (encolhimento) anteriormente apresentados. Por sua vez, os resultados da coloraçãoHematoxilina-Eosina, evidenciando ausência de reações que caracterizam rejeição, degradação, reabsorção ou neovascularização. Portanto, além das vantagens funcionais, os resultados dos testes in vitro e in vivo caracterizam a biocompatibilidade do pericárdio submetido aos tratamentos propostos. Por fim, valorizam a sua adequação, merecendo imediata consideração em aplicações clínico-cirúrgicas, com nítidas vantagens a ambos os processos propostos no aspecto de melhoria funcional. Ainda, entre ambos, evidenciam-se melhores características para o tratado por deposição de polímero à base de tetrafluoreto de carbono.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.04.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GARCIA-AMOEDO, Luís Henrique; PINTO, Terezinha de Jesus Andreoli. Comparação de tratamentos preventivos à calcificação em biomaterial (pericárdio bovino) empregado para a confecção de válvulas cardíacas protéticas. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-08012020-105815/pt-br.php >.
    • APA

      Garcia-Amoedo, L. H., & Pinto, T. de J. A. (2004). Comparação de tratamentos preventivos à calcificação em biomaterial (pericárdio bovino) empregado para a confecção de válvulas cardíacas protéticas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-08012020-105815/pt-br.php
    • NLM

      Garcia-Amoedo LH, Pinto T de JA. Comparação de tratamentos preventivos à calcificação em biomaterial (pericárdio bovino) empregado para a confecção de válvulas cardíacas protéticas [Internet]. 2004 ;Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-08012020-105815/pt-br.php
    • Vancouver

      Garcia-Amoedo LH, Pinto T de JA. Comparação de tratamentos preventivos à calcificação em biomaterial (pericárdio bovino) empregado para a confecção de válvulas cardíacas protéticas [Internet]. 2004 ;Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-08012020-105815/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021