Exportar registro bibliográfico

Perfil de jogadores patológicos em função da idade de início e da duração do comportamento de jogar (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: BIZETO, JULIANA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: JOGO PATOLÓGICO; DISTÚRBIOS DO COMPORTAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: O jogo patológico caracteriza-se como uma dependência em muitos aspectos similar à dependência de drogas, dada a perda de controle, a escalada do tamanho das apostas, os sintomas que se seguem à abstinência e um possível substrato fisiológico comum. No Brasil, o aumento de incidência do problema levou à criação de centros de atendimento específicos. Em um deles, o PROAD/UNIFESP, verificou-se informalmente que os pacientes que começam a jogar ainda adolescentes têm um perfil substancialmente diferente dos que começaram a jogar mais tardiamente, o mesmo acontecendo com pacientes que jogam há pouco ou muito tempo. Como primeiro passo para verificar se essa observação se confirmava, esse trabalho teve como objetivo investigar eventuais diferenças de perfil entre pacientes com as características acima referidas, de forma a contribuir para um tratamento mais efetivo. A investigação se concentrou em comparar, através de regressões logísticas, jogadores patológicos que se iniciaram no jogo há pouco ou muito tempo (jogadores "tardios" e "precoces") e jogadores patológicos que começaram com muita ou pouca idade (jogadores "novatos" e "veteranos''), quanto às seguintes variáveis: Dados sócio-demográficos; Dados econômicos; Prejuízos econômicos; Freqüência de jogos praticados pelo menos uma vez na vida; Freqüência de jogos praticados nos últimos doze meses; Freqüência de jogos praticados nos últimos 30 dias. Os resultados obtidos em relação à idade de iníciodo jogar indicaram que os jogadores precoces apostaram mais em esportes na vida, jogaram mais cartas a dinheiro e apostaram mais em loterias nos 12 meses anteriores à procura do tratamento enquanto que os jogadores tardios apostaram mais em bingos nos últimos 12 meses anteriores à procura do tratamento ) Assim, neste estudo, a maior parte dos itens que diferenciaram jogadores precoces de jogadores tardios referiu-se à atividade de jogar no último ano, e não ao longo da vida, possivelmente porque a maioria dos participantes joga há muito tempo e já jogou, pelo menos uma vez, a maioria dos tipos de jogos disponíveis. Por sua vez, em relação à atividade de jogar no último mês a falta de diferenciação foi devida ao fato de que a maioria dos participantes estava jogando bingo e "vídeos", os tipos de jogo mais freqüentes, atualmente, em São Paulo. Portanto, para definir o tratamento do jogador, um dado importante é seu comportamento de jogar nos últimos doze meses, e para ele deve se dirigir preponderantemente a anamnese da primeira entrevista
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.06.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BIZETO, Juliana; SILVA, Maria Teresa Araújo. Perfil de jogadores patológicos em função da idade de início e da duração do comportamento de jogar. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Bizeto, J., & Silva, M. T. A. (2004). Perfil de jogadores patológicos em função da idade de início e da duração do comportamento de jogar. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Bizeto J, Silva MTA. Perfil de jogadores patológicos em função da idade de início e da duração do comportamento de jogar. 2004 ;
    • Vancouver

      Bizeto J, Silva MTA. Perfil de jogadores patológicos em função da idade de início e da duração do comportamento de jogar. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021