Exportar registro bibliográfico

O processo de morte e morrer da criança e do adolescente: vivências dos profissionais de enfermagem (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: ZORZO, JULIANA CARDEAL DA COSTA - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: CRIANÇAS; ADOLESCENTES; HOSPITALIZAÇÃO; MORTE
  • Language: Português
  • Abstract: Passamos por um período de grandes descobertas para a ciência, mas o homem ainda continua sem desvendar o processo de morte e morrer. A morte ainda é um grande mistério que o amedronta; é vista como um tabu, tema interditado e fracasso profissional. Partindo do pressuposto de que os profissionais de enfermagem têm preparo insuficiente para lidar com pacientes em iminência de morte, traçamos como objetivo desse estudo: investigar como os profissionais de enfermagem vivenciam o processo de morte e o morrer das crianças/adolescentes hospitalizados, onde buscam preparo e apoio para enfrentar essa perda e identificar que tipo de apoio eles oferecem à família durante o processo de morte e morrer de seus filhos. Pela natureza dos objetivos propostos, este estudo é de natureza qualitativa. Os participantes são enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem que trabalham em clínicas com leitos pediátricos de um hospital-escola do interior do estado de São Paulo, que tenham vivenciado o processo de morte e morrer das crianças/adolescentes que estiveram sob seus cuidados. Os dados empíricos foram coletados mediante entrevista e organizados em três temas: enfrentando a morte, estratégias de apoio e luto da equipe. Os resultados indicam que os profissionais de enfermagem negam a morte nos hospitais e acreditam que sua função é salvar vidas; oferecem apoio afetivo e emocional às famílias; buscam apoio principalmente na equipe de trabalho e na família e vivem oluto pela morte de seus pacientes. Concluímos, a partir desses resultados, que os profissionais de enfermagem estão necessitando de suporte emocional e educacional para lidarem com a morte de forma mais harmoniosa e assistirem às reais necessidades das crianças e adolescentes que estão em iminência de morte. Recomendamos que seja incluído nos currículos o tema da morte e que as instituições hospitalares busquem a educação permanente como estratégia para promover ) mudanças de posturas dos profissionais junto ao paciente que está morrendo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.02.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ZORZO, Juliana Cardeal da Costa; LIMA, Regina Aparecida Garcia de. O processo de morte e morrer da criança e do adolescente: vivências dos profissionais de enfermagem. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-07072004-114012/ >.
    • APA

      Zorzo, J. C. da C., & Lima, R. A. G. de. (2004). O processo de morte e morrer da criança e do adolescente: vivências dos profissionais de enfermagem. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-07072004-114012/
    • NLM

      Zorzo JC da C, Lima RAG de. O processo de morte e morrer da criança e do adolescente: vivências dos profissionais de enfermagem [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-07072004-114012/
    • Vancouver

      Zorzo JC da C, Lima RAG de. O processo de morte e morrer da criança e do adolescente: vivências dos profissionais de enfermagem [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-07072004-114012/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021