Exportar registro bibliográfico

Proteinograma do leite de vacas: padrões e variabilida (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: SANT'ANA, VALERIA APARECIDA CAOBIANCO - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: BOVINOS LEITEIROS; ELETROFORESE EM GEL; MASTITE ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: A avaliação das modificações no proteinograma do leite tem sido utilizada como meio de diagnóstico das mamites dos bovinos, pois, em decorrência dos processos inflamatórios na glândula mamária, ocorrem alterações, tanto na concentração dos componentes protéicos do leite, como também, surgimento de compostos protéicos não elaborados no processo de secreção láctea. A técnica de fracionamento protéico por eletroforese em gel de poliacrilamida mostrou-se eficiente na detecção de pequenas quantidades de proteínas em fluídos orgânicos. As características das proteínas do leite de vacas sadias, e a avaliação de possíveis fatores de variabilidade foram determinadas em 139 amostras de leite de vacas. Os animais foram, inicialmente, submetidos a exame clínico geral e do úbere, complementado por exames físico-químicos, celulares e microbiológicos do leite, complementares ao diagnóstico das mamites. Do conjunto das amostras, 97 eram de vacas sadias, em plena lactação, sendo utilizadas para estabelecer valores padrões dos constituintes do leite de vacas sadias e avaliar a influência racial - Jersey e Gir; e do número de lactações - animais em primeira lactação, duas ou três lactações e, quatro ou mais lactações sobre o proteinograma lácteo. Além do mais a amostragem serviu de base para a avaliação da fase da lactação sobre o quadro protéico e, permitiram a formação de grupos experimentais para avaliação da influência do número de células somáticas, do isolamentobacteriano e do estado de saúde do úbere no proteinograma lácteo, obtido por eletroforese em gel de poliacrilamida. Os resultados demonstraram influência significativa de fatores raciais no teor de proteína total do soro lácteo, e de suas frações imunoglobulínica, 'alfa'1-antitripsina, 'beta'-lactoglobulina, bem como de um conjunto de proteínas do soro lácteo separadas, mas não identificadas; influência do número de lactações no teor de albumina de origem ) plasmática, imunoglobulinas, 'beta'-lactoglobulina e 'alfa'-lactoalbumina. A fase da lactação influenciou de forma significativa os teores de proteína total do leite, assim como nas frações protéicas do soro lácteo de vacas sadias, variações evidentes na fase colostral da lactação. O número de células somáticas influenciou o proteinograma do leite, apenas nas amostras com mais de 1.500.000 células somáticas/ml. Não foi demonstrada a influência significativa do isolamento bacteriano no proteinograma lácteo de vacas. Entretanto, observou-se significativa influência da mamite no proteinograma do leite de vacas, agindo, principalmente, nas proteínas não sintetizadas no ciclo fisiológico de secreção da glândula mamária
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.08.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANT'ANA, Valéria Aparecida Caobianco; BIRGEL, Eduardo Harry. Proteinograma do leite de vacas: padrões e variabilida. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-24072007-090556/ >.
    • APA

      Sant'Ana, V. A. C., & Birgel, E. H. (2004). Proteinograma do leite de vacas: padrões e variabilida. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-24072007-090556/
    • NLM

      Sant'Ana VAC, Birgel EH. Proteinograma do leite de vacas: padrões e variabilida [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-24072007-090556/
    • Vancouver

      Sant'Ana VAC, Birgel EH. Proteinograma do leite de vacas: padrões e variabilida [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-24072007-090556/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021