Exportar registro bibliográfico

O impacto do fim da correção monetária na rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: GABRIEL, FABIANO - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAC
  • Subjects: CORREÇÃO MONETÁRIA; BANCOS
  • Language: Português
  • Abstract: Os principais objetivos deste trabalho foram: i) demonstrar, através de fundamentação teórica, que as distorções na análise de indicadores extraídos de demonstrações contábeis não corrigidas podem levar a decisões equivocadas, implicando prejuízos aos usuários da informação contábil, e ii) provar, através de investigação empírica, que os efeitos da inflação não devem ser ignorados, mesmo em ambientes com taxas reduzidas, quando da análise de rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil. Foram estabelecidas as seguintes hipóteses de pesquisa: i) os indicadores de rentabilidade legais dos bancos no Brasil são significativamente maiores que os indicadores ajustados pelos efeitos da inflação, e ii) o indíce da Basiléia legal dos bancos no Brasil é significativamente menor que o índice ajustado pelos efeitos da inflação. Para a investigação empírica do problema, selecionou-se uma amostra com os 50 maiores bancos comerciais por ativo para o período 1996-2002, e aplicou-se a técnica da correção monetária de balanço, em bases mensais, com a utilização do Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna. A fim de verificar se as distorções causadas pelos efeitos do reconhecimento da inflação apresentaram-se significativas, foram aplicados testes de hipóteses. A análise dos resultados permitiu rejeitar a hipótese de nulidade entre as diferenças de médias dos indicadores legais e ajustados, com um nível de significância de 1% para todos os anos do período analisado.Baseando-se nesses resultados, foi possível confirmar as hipóteses da pesquisa. Constatou-se, ainda, que mesmo com uma inflação de apenas 1,71% em 1998, as diferenças encontradas foram consideradas estatisticamente significativas, ou seja, relevantes para a tomada de decisão. Portanto, provou-se que os efeitos da inflação devem ser considerados quando da análise de rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil. Indiretamente, também foi possível explicitar que os bancos estão divulgando uma rentabilidade nominal maior que a real, e que há maior cobertura de riscos pelo capital próprio corrigido. Por fim, conclui-se que, após o fim da exigência legal da correção monetária, o questionamento mínimo que todo usuário da informação contábil deve fazer refere-se à possibilidade de tomar decisões equivocadas, baseando-se na análise de indicadores extraídos de demonstrações contábeis não corrigidas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.08.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GABRIEL, Fabiano; ASSAF NETO, Alexandre. O impacto do fim da correção monetária na rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-16032012-193430/pt-br.php >.
    • APA

      Gabriel, F., & Assaf Neto, A. (2004). O impacto do fim da correção monetária na rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-16032012-193430/pt-br.php
    • NLM

      Gabriel F, Assaf Neto A. O impacto do fim da correção monetária na rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-16032012-193430/pt-br.php
    • Vancouver

      Gabriel F, Assaf Neto A. O impacto do fim da correção monetária na rentabilidade e adequação de capital dos bancos no Brasil [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-16032012-193430/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021