Exportar registro bibliográfico

Casamento entre vinte e trinta anos: o uso de entrevistas e TAT na análise psicanalítica da relação conjugal (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: PAIVA, MARIA LUCIA DE SOUZA CAMPOS - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: CASAMENTO; PSICANÁLISE; TESTE DE APERCEPÇÃO TEMÁTICA; RELAÇÕES CONJUGAIS; FAMÍLIA
  • Language: Português
  • Abstract: A família, nos últimos séculos, sofreu inúmeras transformações, tanto em relação à educação dos filhos e à relação pais-filhos, como em relação ao papel do homem e da mulher na relação conjugal. O modelo tradicional de casamento, em que havia uma hierarquia na relação homem/mulher com submissão feminina foi cedendo espaço para um modelo de casamento denominado de pós-moderno, no qual as relações são mais próximas e mais democráticas e no qual a afetividade, o companheirismo, o equilíbrio e a mutualidade passam a ser os seus pilares. Esta pesquisa faz uma análise sobre as relações conjugais, em casais casados há muitos anos, que constituíram família e cujos filhos moram ainda com os pais. O objetivo geral foi estudar os tipos de relação (consciente e inconsciente) que se estabelecem em casais que vivem juntos entre vinte e trinta anos e suas características. Os sujeitos da pesquisa foram casais escolhidos da população em geral, pertencentes a um determinado segmento sócio-econômico, que não estivessem em processo psicoterapêutico. A amostra foi composta por três casais; sendo a coleta de dados realizada por meio de entrevistas semi-abertas em conjunto, isto é, o marido junto com a mulher e, em seguida, a aplicação das pranchas II, IV, V, X e XVI do TAT, com cada cônjuge separadamente. Utilizou-se o referencial teórico psicanalítico para a análise dos resultados obtidos. Como conclusão verificou-se que a conjugalidade dos casais foi se perdendo, principalmente após achegada dos filhos, tendo sido em alguns casos dificil o seu estabelecimento. Nos três casais apresentados pôde-se perceber que o que os mantêm casados é o fato de formarem um par complementar e não uma parceria na qual o homem e mulher ocupam lugares equivalentes. A ênfase é colocada na criação dos filhos e estruturação da família, como tarefa cumprida, ficando em segundo plano a relação afetiva do casal; com a conseqüente ) presença de um modo de se relacionar seguindo ainda os modelos tradicionais de casamento.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.02.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAIVA, Maria Lucia de Souza Campos; GOMES, Isabel Cristina. Casamento entre vinte e trinta anos: o uso de entrevistas e TAT na análise psicanalítica da relação conjugal. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Paiva, M. L. de S. C., & Gomes, I. C. (2004). Casamento entre vinte e trinta anos: o uso de entrevistas e TAT na análise psicanalítica da relação conjugal. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Paiva ML de SC, Gomes IC. Casamento entre vinte e trinta anos: o uso de entrevistas e TAT na análise psicanalítica da relação conjugal. 2004 ;
    • Vancouver

      Paiva ML de SC, Gomes IC. Casamento entre vinte e trinta anos: o uso de entrevistas e TAT na análise psicanalítica da relação conjugal. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021