Exportar registro bibliográfico

Fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio em um hospital privado de Ribeirão Preto-SP (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, KELLI CRISTINA SILVA DE - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: INFARTO DO MIOCÁRDIO; FATORES DE RISCO; ENFERMAGEM FUNDAMENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: No Brasil, as doenças cardiovasculares constituem-se nas principais causas de mortalidade, sendo o infarto agudo do miocárdio a entidade nosológica mais freqüente dentre as doenças isquêmicas do coração. Os fatores de risco que predispõem as pessoas a essa doença estão relacionados a hábitos do estilo de vida e história familiar. Assim, esta investigação, de natureza descritiva, pretende identificar os fatores de risco relacionados ao meio ambiente, à biologia humana, estilo de vida, e sistema de saúde de pacientes internados em um hospital privado, até 48 horas após a ocorrência de infarto agudo do miocárdio, identificar o conhecimento quanto aos fatores de risco para o desenvolvimento de novos problemas de saúde e verificar se algumas variáveis, relacionadas aos fatores de risco de pacientes infartados em hospital público e privado, são semelhantes. O referencial teórico foi o Modelo de Campo de Saúde que compõe elementos relacionados ao meio ambiente, biologia humana, estilo de vida e sistema de saúde. Foram entrevistados 31 pacientes internados, em um hospital privado de uma cidade do interior do Estado de São Paulo, no período de janeiro a julho de 2003, após assinatura do termo de consentimento informado. Os resultados revelam que, quanto ao meio ambiente, a maioria dos pacientes era alfabetizada, 11 (35,5%) tinha o primeiro grau completo, 10 (32,2%) eram aposentados e donas-de-casa, 24 (77,4%) trabalhavam em torno de 8 a 10 horas por dia e tinhamsomente um emprego, e a renda familiar mensal, para 19 (61,3%), encontrava-se na faixa de 5 a 15 ou mais salários-mínimos, 22 (70,9%) eram casados e 15 (48,3%) tinham três ou mais filhos, 21 (67,7%) eram procedentes de Ribeirão Preto e região e todos residiam em zona urbana. Em relação à biologia humana, 19 (61,3%) eram do sexo masculino, aproximadamente metade 17 (54,8%) encontrava-se na faixa etária de 40 a 59 anos, 18 (58,1%) encontravam-se com sobrepeso ... ou obesidade classes I e II. Quanto aos antecedentes familiares, os dados mais expressivos apontam que 23 (74,2%) apresentavam hipertensão arterial sistêmica, 15 (48,3%) diabetes mellitus, 17 (54,8%) infarto agudo do miocárdio e 6 (19,3%) acidente vascular cerebral. Das mulheres entrevistadas, 7 (22,6%) faziam uso algum tipo de terapia de reposição hormonal. No tocante ao estilo de vida relacionado aos hábitos alimentares, 29 (93,6%) utilizavam frituras nas refeições, 14 (45,2%) ingeriam doces e refrigerantes diariamente e 13 (41,9%) tomavam três xícaras ou mais de café ao dia, 18 (58,1%) faziam uso de bebidas alcoólicas, 10 (32,2%) eram fumantes, 9 (29,0%) ex-fumantes e 18 (58,1%) sedentários. Quanto ao estresse, 12 (38,7%) sentiam-se estressados no local de trabalho e 19 (61,3%) dormiam menos que oito horas por noite. Em relação ao sistema de saúde, 16 (51,6%) conheciam o diagnóstico, 12 (38,7%) apresentaram dúvidas acerca da doença, 21 (67,7%) utilizavam os serviços de saúdeoferecidos pelo plano de saúde e 17 (54,8%) realizavam tratamento de hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus. Os dados revelam que os pacientes infartados estão expostos a hábitos autocriados que são passíveis de modificação havendo a necessidade de iniciar este processo educativo inclusive no período de internação hospitalar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Kelli Cristina Silva de; ZANETTI, Maria Lúcia. Fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio em um hospital privado de Ribeirão Preto-SP. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-25082004-093623/ >.
    • APA

      Oliveira, K. C. S. de, & Zanetti, M. L. (2004). Fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio em um hospital privado de Ribeirão Preto-SP. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-25082004-093623/
    • NLM

      Oliveira KCS de, Zanetti ML. Fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio em um hospital privado de Ribeirão Preto-SP [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-25082004-093623/
    • Vancouver

      Oliveira KCS de, Zanetti ML. Fatores de risco em pacientes com infarto agudo do miocárdio em um hospital privado de Ribeirão Preto-SP [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-25082004-093623/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021