Exportar registro bibliográfico

Entremeios judaicos na ficção de Paul Auster (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: LANDA, DORA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLO
  • Subjects: LITERATURA NORTE-AMERICANA (CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO); JUDAÍSMO
  • Language: Português
  • Abstract: Essa dissertação tem como objetivo acompanhar a obra do escritor norte-americano Paul Auster segundo dois eixos que se inter-relacionam de uma forma muito profunda, determinando o seu fazer literário: a melancolia, com tudo o que ela representa de fragmentação interna e elevadíssimas cargas de auto-recriminação e culpabilização, aliada à percepção que o autor tem de seu judaísmo, como uma falta de lugar no mundo, onde o único lar possível é o Livro. Esses dois elementos mesclam-se de tal forma que acabam por gerar textos que, imediatamente, nos situam num universo muito particular. Para apresentar esse enfoque sobre a obra de Auster, a dissertação está dividida em seis partes e um apêndice:No primeiro capítulo, analisam-se detalhadamente os elementos constituintes da obra do autor, situando-o na corrente ético-filosófica que preconiza a revalorização da palavra e sua reconexão com elementos mais profundos. O capítulo aborda também três diferentes análises da obra de Paul Auster: a de Gérard de Cortanze, que valoriza o papel da cidade de Nova York, como referência para a desestruturação dos personagens; a de Annick Duperray, que é centrada na desestruturação interna dos personagens e em como ela se reflete em seus discursos; e a de François Gavillon, identificando a memória e a ironia como forças constituintes do discurso austeriano. Minha contribuição para a análise da obra do autor está no enfoque sobre a inter-relação profunda entre melancolia e judaísmo, presente em seusromances. O Capítulo Segundo - "Ressonâncias judaicas na ficção de Paul Auster" é subdividido em três partes. Auster e o Judaísmo, Auster e a literatura judaica e a herança Judaica. O objetivo é o de analisar os autores que mais influenciaram Auster em sua trajetória, a sua percepção do judaísmo e finalmente analisar detalhadamente seus três romances que trazem mais diretamente ) a temática judaica: No país das últimas coisas, Timbuktu e Mr. Vertigo. O Capítulo Terceiro - "A música do acaso e os meandros do fazer literário" analisa a própria estrutura do texto. Nesse romance percebem-se com muita nitidez grandes qualidades e grandes problemas na sua composição que serão destacados.O Capítulo Quarto - "O Inventor da Solidão - como contar uma tristeza sem fim?" é subdividido em quatro partes: o texto fragmentário, Auster e a memória, luzes e sombras e Freud e a literatura. O objetivo é analisar o livro escrito logo após a morte de seu pai, em 1979. Esse foi o primeiro romance de Auster e nele as características que mais se destacam são: a fragmentação do texto, urgência em escrever e a preocupação com a memória. O capítulo também aborda a melancolia sob o ponto de vista psicanalítico, além de destacar o pensamento freudiano sobre a criação artística. O Capítulo Quinto - "Leviatã e o jogo do duplo" aborda um outro elemento recorrente na obra de Auster: a presença do duplo, o alterego com o qual o narrador se relaciona, mostrando-lhe os perigos aos quais está exposto.Capítulo sexto - "Conclusões" - Ressalta-se um aspecto que permeia a pesquisa: o diálogo promovido entre Auster e importantes pensadores judeus. Primo Lévi, Walter Benjamin, Emmanuel Lévinas e Sigmund Freud preocupam-se essencialmente com o aprimoramento moral do homem. O Holocausto judeu, na Segunda Grande Guerra, representou o apogeu de uma ideologia que condenava o diferente à morte. Nesse contexto aterrorizante, a palavra perdeu seu sentido de representação do mundo e esvaziou-se. Auster, ao fazer com que seus personagens estejam sempre em busca da palavra perdida, transmite-nos uma sensação de ganho. Isso porque um espaço é criado (o espaço do livro) onde seus personagens podem viver e experimentar diversas formas de contar suas histórias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.06.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LANDA, Dora; WALDMAN, Berta. Entremeios judaicos na ficção de Paul Auster. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Landa, D., & Waldman, B. (2004). Entremeios judaicos na ficção de Paul Auster. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Landa D, Waldman B. Entremeios judaicos na ficção de Paul Auster. 2004 ;
    • Vancouver

      Landa D, Waldman B. Entremeios judaicos na ficção de Paul Auster. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021