Exportar registro bibliográfico

Diversidade de anfíbios anuros em áreas de cerrado no Estado de São Paulo (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: BRASILEIRO, CINTHIA AGUIRRE - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Subjects: ANFÍBIOS; ANURA; CERRADO; ITIRAPINA(SP)
  • Language: Português
  • Abstract: Informações sobre anurofauna em áreas de cerrado são escassas, estando o conhecimento restrito a áreas localizadas nas proximidades dos grandes centros urbanos ou em áreas de construção de hidroelétricas, geralmente na região Centro-Oeste do Brasil. Para o cerrado do estado de São Paulo, não há nenhum estudo detalhado sobre essa taxocenose. Este trabalho teve como objetivo básico o estudo da taxocenose de anfíbios da estação ecológica de Itirapina, enfocando os seguintes aspectos: riqueza, abundância relativa, biomassa, utilização do ambiente e padrões de atividade sazonal; além de uma avaliação da resposta da taxocenose e das espécies mais comuns ao fogo. Para a amostragem da riqueza foram utilizados armadilhas de intercepção e queda, procura visual e acústica e encontros ocasionais. Para os demais objetivos foram utilizadas apenas armadilhas de intercepção e queda distribuídas em três fisionomias diferentes de Cerrado. Campo sujo, campo cerrado e borda de mata de galeria). Entre outubro de 1999 e março de 2002 foram realizadas 69 viagens a Itirapina, que totalizaram 302 dias de trabalho de campo. Foram encontradas 27 espécies distribuidas em quatro famílias. Provavelmente, a maioria de espécies que ocorre na região foi registrada. A composição de espécies da taxocenose é mais semelhante às outras taxocenoses de áreas abertas, incluindo o cerrado, caatinga e campo. Foram computados nas armadilhas 4.796 indivíduos pertencentes a 14 espécies, seis gêneros etrês famílias. O campo cerrado apresentou menor riqueza com nove espécies e dominância de P. gr. cuvieri (65%), seguido pelo campo sujo, com 12 espécies e dominância de P. fuscomaculatus (38%), e finalmente pela borda de mata de galeria com 13 espécies e também P. gr. cuvieri como espécie dominante (50%). Entre as diferntes fisionomias amostradas, houve uma tendência de aumento da riqueza com diminuição da dominância: em geral, maior diversidade foi registrada na borda de mata de galeria, seguida de campo sujo e campo cerrado. A biomassa dos anuros foi também maior na borda de mata de galeria em relação ao campo sujo e campo cerrado. Várias espécies apresentaram seleção de ambiente entre as diferentes fisionomias de cerrado amostradas. Leptodactylus labyrinthicus, L. furnarius e E. ovalis ocorreram principalmente na borda de mata de galeria, enquanto Odonthophrynus cf. moratoi, além desta fisionomia, também ocorreu no campo sujo. Já Physalaemus fuscomaculatus e P. nattereri ocorreram principalmente nos campos cerrado e sujo, ao passo que B. cf. crucifer e B. paracnemis ocorreram exclusivamente na borda de mata de galeria. As demais espécies ocorreram em todas as fisionomias em abundâncias semelhantes. A estação chuvosa apresentou abundância e riqueza de anuros maiores do que na estação seca. A atividade sazonal foi relacionada á pluviosidade e à temperatura mínima. A riqueza da taxocenose de anuros não é alterada em áreas queimadas.No entanto, a abundância parece aumentar nas áreas queimadas no primeiro trimestre após o fogo. Após este período, não há diferenças significativas quanto a abundância entre áreas queimadas e não queimadas. A resposta ao fogo varia entre as espécies, o que provavelmente reflete as diferenças nas preferências de cada uma delas pela estrutura da vegetação, disponibilidade de alimento e microclima
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.03.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRASILEIRO, Cínthia Aguirre; MARTINS, Marcio Roberto Costa. Diversidade de anfíbios anuros em áreas de cerrado no Estado de São Paulo. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Brasileiro, C. A., & Martins, M. R. C. (2004). Diversidade de anfíbios anuros em áreas de cerrado no Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Brasileiro CA, Martins MRC. Diversidade de anfíbios anuros em áreas de cerrado no Estado de São Paulo. 2004 ;
    • Vancouver

      Brasileiro CA, Martins MRC. Diversidade de anfíbios anuros em áreas de cerrado no Estado de São Paulo. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021