Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Idades SHRIMP U-Pb do complexo Sertânia: implicações sobre a evolução tectônica da zona transversal, provincia Borborema (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: NEVES, BENJAMIM BLEY DE BRITO - IGC
  • Unidade: IGC
  • DOI: 10.5327/s1519-874x2004000100001
  • Subjects: PALEOPROTEROZOICO; MOXOTÓ(PE)
  • Language: Português
  • Abstract: O Complexo Sertânia é uma seqüência metassedimentar com pequena contribuição metavulcânica, de facies anfibolito alto, que ocorre no Terreno Alto Moxotó, Zona Transversal da Província Borborema. Vários levantamentos geológicos têm incluído esta unidade num complexo gnáissico-migmatítico indiviso, questionando, por decorrência, a subdivisão de terrenos proposta para esse domínio litotectônico. O presente trabalho apresenta as primeiras idades geocronológicas U-Pb SHRIMP em zircão e dados isotópicos Sm-Nd desta unidade. Os dados de campo e microscópicos revelaram a presença de uma fração vulcanoclástica de composição andesítica e dacítica ao lado da dominante componente clássica dessas supracrustais. Po outro lado, as imagens de catodoluminescência dos zircões mostraram cristais bem formados ou pouco arredondados, sugerindo tratar-se de sedimentos pouco transportados. As idades calculadas são ponderadas com 95% de confidência, baseadas em agrupamentos de zircões de mesma geração. Foram obtidas idades em torno de 2,0 Ga, que representam a idade primária de cristalização dos zircões, localmente com sobrecrescimento brasiliano. As rochas metaplutônicas do suposto embasamento situam-se no mesmo intervalo de tempo, indicando uma contemporaneidade com a sedimentação das supracrustais. Os dados isotópicos de Nd (idade modelo TDM e ENd(t))confirmam a presença de fontes arqueanas e paleoproterozóicas. Esses dados demonstram o contraste entre as supracrustais doTerreno Alto Moxotó com as de outros terrenos da Zona Transversal, de idade meso a neoproterozóicas, o que impede sua correlação e implica numa individualização desse terreno como um compartimento tectônico independente dos demais.
  • Imprenta:
  • Source:
  • Versão PublicadaAcesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.5327/s1519-874x2004000100001 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão Publicada1385905.pdfDirect link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Edilton Jose dos; NUTMAN, Allen; BRITO NEVES, Benjamim Bley de. Idades SHRIMP U-Pb do complexo Sertânia: implicações sobre a evolução tectônica da zona transversal, provincia Borborema. Geologia USP. Série Científica, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 1-12, 2004. Disponível em: < https://doi.org/10.5327/s1519-874x2004000100001 > DOI: 10.5327/s1519-874x2004000100001.
    • APA

      Santos, E. J. dos, Nutman, A., & Brito Neves, B. B. de. (2004). Idades SHRIMP U-Pb do complexo Sertânia: implicações sobre a evolução tectônica da zona transversal, provincia Borborema. Geologia USP. Série Científica, 4( 1), 1-12. doi:10.5327/s1519-874x2004000100001
    • NLM

      Santos EJ dos, Nutman A, Brito Neves BB de. Idades SHRIMP U-Pb do complexo Sertânia: implicações sobre a evolução tectônica da zona transversal, provincia Borborema [Internet]. Geologia USP. Série Científica. 2004 ; 4( 1): 1-12.Available from: https://doi.org/10.5327/s1519-874x2004000100001
    • Vancouver

      Santos EJ dos, Nutman A, Brito Neves BB de. Idades SHRIMP U-Pb do complexo Sertânia: implicações sobre a evolução tectônica da zona transversal, provincia Borborema [Internet]. Geologia USP. Série Científica. 2004 ; 4( 1): 1-12.Available from: https://doi.org/10.5327/s1519-874x2004000100001


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021