Exportar registro bibliográfico

Critérios de projeto para estruturas de reservação em drenagem urbana (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, CLEVERSON DE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PHD
  • Subjects: DRENAGEM URBANA; POLUIÇÃO DIFUSA; DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
  • Language: Português
  • Abstract: Durante muito tempo acreditou-se que nossos corpos d'água estavam poluídos devido aos despejos dos esgotos domésticos e industriais não tratados, em níveis superiores aos da sua capacidade de absorção. Hoje, entretanto, sabe-se que parte dessa poluição tem sua origem no escoamento superficial gerado, sobretudo durante as precipitações atmosféricas. Os poluentes gerados não somente pelo processo de urbanização em si, mas pela própria sustentação do núcleo urbano, ou seja, poluição atmosférica, depósitos de lixo doméstico e industrial, sedimentos originados em loteamentos, depósitos de materiais tóxicos verificados ao longo das vias pavimentadas, são arrastados pelas chuvas, atingem as redes de drenagem e através delas depositam-se nos rios e lagos. A essa carga poluidora carreada pelo escoamento superficial originado pela precipitação atmosférica dá-se o nome de carga poluidora difusa. Muitos trabalhos atuais apontam a necessidade, até econômica, de se controlar a poluição por cargas difusas, porém, esbarram nas muitas dificuldades associadas à sua regularização. Fato é que, atualmente, cargas difusas geradas quer no meio urbano, quer no rural, estão entre as maiores fontes poluidoras das águas superficiais e seu controle é dificultado pela complexidade de inter-relacionamento entre os fatores intervenientes no processo. Outro grande problema atual, sobretudo nas áreas de elevada concentração populacional, ou urbanas, é, sem dúvida as inundações. Seucontrole desempenha papel igualmente notório na busca do desenvolvimento sustentável, uma vez que enchentes são, na realidade brasileira atual, um dos grandes e funestos resultados da urbanização. Muitos esforços técnicos e econômicos têm sido depositados sobre o tema objetivando senão solucionar por completo o problema, pelo menos mitigar suas conseqüências à índices suportáveis. ) Pois bem, a solução em voga atualmente como forma de controle de enchentes, os reservatórios de acumulação de parte ou de toda a água excedente proveniente do escoamento superficial originado nas precipitações, podem e devem não somente desempenhar esse papel de amortecer o hidrograma de cheia, mas também o de melhorar a qualidade da água desse escoamento superficial o que significa, em última instância, melhorar diretamente a qualidade da água de nossos rios e lagos. O presente trabalho reúne parâmetros de dimensionamento de reservatórios de água oriunda do escoamento superficial direto, com ou sem lago permanente, que possibilitem a melhoria da qualidade da água de saída em relação à água de entrada, através da redução da carga poluidora difusa. Esses parâmetros são provenientes, basicamente, da literatura internacional e retratam as soluções adotadas atualmente. Discute-se, também, o aproveitamento dessas estruturas para o controle de enchentes através da atenuação do pico do hidrograma de cheia, além de se mencionar indicadores de custos e de desempenho para diferentestécnicas construtivas. Aproveita-se para fazer uma análise qualitativa de alguns dos últimos projetos de reservatórios realizados dentro do Estado de São Paulo. Conclui-se que não há uma técnica de reservação que seja a melhor para todas as situações de combate à carga poluidora difusa porque cada uma delas possui seus pontos fortes e suas fraquezas. Além disso, cada localidade fornecerá limitações diferentes aos projetistas que terão, então, que adequar as técnicas existentes com a realidade local. Entretanto pode-se dizer, de modo geral, que reservatórios com lago permanente são as estruturas mais indicadas pela sua habilidade de tratar um grande número de poluentes ao mesmo tempo em que controlam as inundações a jusante. ) Apresentam, entretanto, um alto custo de construção e podem também apresentar um alto custo de manutenção, dependendo das suas características construtivas. Em áreas altamente urbanizadas podem não ser viável tanto economicamente como tecnicamente dado o impacto que podem causar no meio ambiente. Uma lista de parâmetros a serem verificados durante o estabelecimento da melhor estrutura para um dado problema de melhoria da qualidade da água associado a redução do pico do hidrograma de escoamento superficial direto é sugerida
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Cleverson de; PORTO, Monica Ferreira do Amaral. Critérios de projeto para estruturas de reservação em drenagem urbana. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Oliveira, C. de, & Porto, M. F. do A. (2004). Critérios de projeto para estruturas de reservação em drenagem urbana. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Oliveira C de, Porto MF do A. Critérios de projeto para estruturas de reservação em drenagem urbana. 2004 ;
    • Vancouver

      Oliveira C de, Porto MF do A. Critérios de projeto para estruturas de reservação em drenagem urbana. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021