Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro da infiltração marginal em restaurações de classe II realizadas com três resinas condensáveis: influência da associação com outros materiais (técnica do sanduíche), da técnica de inserção e da ciclagem mecânica (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREIRA, MARCELO AGNOLETTI - FO
  • Unidades: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: RESTAURAÇÃO DENTÁRIA PERMANENTE; RESINAS COMPOSTAS; INFILTRAÇÃO DENTÁRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Foi avaliado quantitativamente in vitro o comportamento de três sistemas restauradores adesivos diretos, ante o efeito de quatro técnicas restauradoras quanto a infiltração marginal em cavidades de classe II M.O.D, submetendo-as ou não ao carregamento oclusal de compressão. Foram realizadas cavidades de classe II M.O.D. padronizadas em 240 molares humanos extraídos, com o término das paredes gengivais das caixas proximais localizadas em dentina/cemento. Os dentes foram divididos em três grupos, de acordo com o sistema restaurador utilizado: grupo 1 - Prime & Bond NT + Surefil (Dentsply De Trey); grupo 2 - Gluma One bond + Solitaire (Heraeus Kulzer); grupo 3 - Single Bond + P60 (3M Espe). Em uma das caixas proximais, a resina foi inserida em incrementos diagonais, constituindo no controle (técnica), e na outra caixa, de acordo com o material de base utilizado ou pela técnica de inserção experimental. Cada um dos grupos contendo 80 dentes foi dividido em quatro subgrupos, segundo o material de base usado ou a técnica de inserção experimental: subgrupo A - foi utilizada a resina quimicamente ativada Bisfil 2B (Bisco); subgrupo B -o compômero Dyract Flow (Dentsply De Trey); subgrupo C -uma técnica de inserção experimental; subgrupo D - a resina de baixa viscosidade Aelite Flo (Bisco). Concluídas as restaurações, os dentes foram armazenados em água deionizada por 6 dias, onde então dez corpos-de-prova em cada condição foram submetidos ao carregamentooclusal de compressão, e os outros dez dentes não foram sujeitos a estresse servindo como controle, depois de ciclados, os espécimes foram imersos em solução aquosa de fuccina básica a 0,5% por 12 horas, lavados e seccionados para avaliação da infiltração marginal A avaliação foi feita a partir do corte de maior infiltração, por meio de digitalização computadorizada do mesmo, os resultados obtidos em milímetros foram submetidos à análise de variância. As técnicas restauradoras demonstraram diferenças significantes ao nível de 0,1%, evidenciando uma maior infiltração no subgrupo onde se utilizou a resina de polimerização química. Os espécimes submetidos ao carregamento oclusal, independente da técnica e do material utilizados, mostraram maior infiltração da solução corante nos espécimes submetidos ao estresse mecânico em relação ao grupo controle, diferença esta, estatisticamente significante ao nível de 0,1%. Pode-se concluir então que: nenhum dos sistemas restauradores adesivos ensaiados foi capaz de impedir a infiltração marginal da solução corante em todas as condições testadas. Houve diferença significante (5%) entre todos os materiais testados, observando-se maior índice de infiltração nos espécimes restaurados com o sistema Solitaire II e menor nos restaurados com a resina P-60; das técnicas restauradoras (Dyract Flow - Muralha - Aelite Flo - Bisfil 2B) testadas, os resultados demonstraram não existir diferenças estatísticas entreas três primeiras técnicas, porém todas mostraram comportamento superior em impedir a infiltração quando comparadas à resina de polimerização química e ao controle da técnica; o carregamento oclusal influenciou decisivamente no aumento do índice de infiltração em relação ao grupo controle, estatisticamente significante ao nível de 0,1%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.04.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Marcelo Agnoletti; MONDELLI, José. Avaliação in vitro da infiltração marginal em restaurações de classe II realizadas com três resinas condensáveis: influência da associação com outros materiais (técnica do sanduíche), da técnica de inserção e da ciclagem mecânica. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Pereira, M. A., & Mondelli, J. (2004). Avaliação in vitro da infiltração marginal em restaurações de classe II realizadas com três resinas condensáveis: influência da associação com outros materiais (técnica do sanduíche), da técnica de inserção e da ciclagem mecânica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pereira MA, Mondelli J. Avaliação in vitro da infiltração marginal em restaurações de classe II realizadas com três resinas condensáveis: influência da associação com outros materiais (técnica do sanduíche), da técnica de inserção e da ciclagem mecânica. 2004 ;
    • Vancouver

      Pereira MA, Mondelli J. Avaliação in vitro da infiltração marginal em restaurações de classe II realizadas com três resinas condensáveis: influência da associação com outros materiais (técnica do sanduíche), da técnica de inserção e da ciclagem mecânica. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019