Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Rastreamento do câncer bucal:: aplicações no Programa Saúde da Família (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SARTORI, LUIS CLAUDIO - FSP
  • Unidades: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: NEOPLASIAS BUCAIS (DIAGNÓSTICO;PREVENÇÃO E CONTROLE); TÉCNICAS DE DIAGNÓSTICO E CONTROLE; PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
  • Language: Português
  • Abstract: As técnicas de rastreamento podem ser aplicadas a fim de identificar indivíduos mais vulneráveis, oferecer assistência mais precoce e reduzir danos. O propósito deste estudo foi analisar a eficácia do rastreamento de lesões bucais, na populaçäo de cinqüenta e mais anos de idade, ambos os sexos, cadastrada em unidades de saúda da família e avaliar o seu potencial para auxiliar no controle do câncer bucal e na organizaçäo da demanda à assistência. Tomando por universo 30.828 famílias, assistidas por 30 equipes de saúde, que operavam em sete unidades de saúde da família, pertencentes ao município de Säo Paulo e gerenciadas em co-parceria com a Casa de Saúde Santa Marcelina, dados secundários do sistema de informações relativos a 2980 cadastrados, foram analisados. Registros individuais, relativos ao rastreamento realizado em espaços sociais e à assistência odontológica realizada posteriormente em ambiente clínico, foram concatenados em uma base eletrônica. Durante o rastreamento, os tecidos moles da cavidade da boca foram examinados e os cadastros foram incluídos em uma das seguintes condições: (0) aparentemente saudáveis, (1) alterações sem potencial e magnitude e (2) alterações com potencial de malignidade. Estimativas por ponto e por intervalo de confiança (95 por cento), relativas às medidas de sensibilidade, especificidade e valor preditivo positivo e negativo foram calculadas. Os resultados mostraram que 18 por cento dos rastreados foram considerados positivos aoteste (categorias 1 + 2). Ao exame clínico, foram registradas 133 lesões (4,46 por cento), sendo confirmados 8 casos de câncer bucal, correspondendo a uma taxa de prevalência de 27 casos em 10 mil, bastante superior ao esperado. Considerando positivos ao teste os incluídos nas categorias 1+2, as medidas observadas foram: S: 91,73 por cento [90,74 - 92,72 ]; E: 85,42 por cento [ 84,15 - 86,65 ]; VPP: 22,72 por cento [ 21,22 - 24,22 ]. )Considerando positivos ao teste aqueles incluídos na categoria 2, as medidas encontradas foram: S: 26,00 por cento [ 24,43 - 27,57 ]; E: 97,27 por cento [ 96,68 - 97,85 ]; VPP: 13,98 por cento [ 12,74 - 15,22 ]. Hipóteses explicativas relativas aos valores observados e ações para ajustar o instrumento de rastreamento säo discutidas (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.04.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SARTORI, Luís Cláudio; FRAZÃO, Paulo. Rastreamento do câncer bucal:: aplicações no Programa Saúde da Família. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Sartori, L. C., & Frazão, P. (2004). Rastreamento do câncer bucal:: aplicações no Programa Saúde da Família. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Sartori LC, Frazão P. Rastreamento do câncer bucal:: aplicações no Programa Saúde da Família. 2004 ;
    • Vancouver

      Sartori LC, Frazão P. Rastreamento do câncer bucal:: aplicações no Programa Saúde da Família. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019