Exportar registro bibliográfico

Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica no Parque do Ibirapuera, São Paulo, com o bioensaio TRAD-SHM da Tradescantia (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, MARIA IZILDINHA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • Subjects: POLUIÇÃO AMBIENTAL; PLANTAS
  • Language: Português
  • Abstract: As plantas podem ser afetadas pelos poluentes atmosféricos através de muitos mecanismos. Os conhecimentos dos efeitos da poluiçäo do ar na vegetaçäo e o uso de bioindicadores, utilizando plantas para monitorar a qualidade do ar, säo ainda muito limitados em países em desenvolvimento. Neste estudo utilizamos 2 clones da família Commelinaceae, do gênero Tradescantia. O clone BNL 4430 é mundialmente conhecido e utilizado para monitorar poluições da água, ar e solo, elementos essenciais à vida. Porém, o clone KU 20 por ser altamente mutável em baixas temperaturas é menos utilizado sendo este reservado para o estudo da natureza genética das mutações. Neste estudo utilizaremos o teste de mutaçäo em pêlos estaminais da Tradescantia, ou simplismente o Trad-SHM. O objetivo foi avaliar o potencial genotóxico da poluiçäo do ar ambiente no Parque do Ibirapuera, situado na cidade de Säo Paulo, e ainda testar o clone KU 20 para exposiçäo in situ. Foram colhidas 40 inflorescências de cada clone, na maioria das vezes durante um ano, de setembro de 2002 a agosto de 2003. Os pêlos estaminais de cada flor foram avaliados quanto à proporçäo de células rosas, sob magnificaçäo de 30X em estereomicroscópio. Os resultados foram comparados com os dados da poluiçäo do ar no período, dados fornecidos pela CETESB, que mantém uma estaçäo de monitoramento dentro do parque. Análises de correlaçäo de Spearman indicaram que as variações nos eventos de mutaçäo ao longo do ano, em KU 20 estiveramrelacionadas significativamente e positivamente com as variações nas concentrações de CO, MP10, NO2 e SO2 e negativamente com as variações na intensidade de radiaçäo e na temperatura do ar. Para o clone BNL 4430 houve correlaçäo com o SO2, NO2, CO e MP10. Os fatores climáticos näo tiveram relaçäo significativa com os eventos mutagênicos neste clone. Concluímos que para nosso clima os dois clones podem ser utilizados (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.04.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Maria Izildinha; ASSUNÇÄO, Joäo Vicente de. Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica no Parque do Ibirapuera, São Paulo, com o bioensaio TRAD-SHM da Tradescantia. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Ferreira, M. I., & Assunçäo, J. V. de. (2004). Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica no Parque do Ibirapuera, São Paulo, com o bioensaio TRAD-SHM da Tradescantia. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Ferreira MI, Assunçäo JV de. Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica no Parque do Ibirapuera, São Paulo, com o bioensaio TRAD-SHM da Tradescantia. 2004 ;
    • Vancouver

      Ferreira MI, Assunçäo JV de. Avaliação do potencial genotóxico da poluição atmosférica no Parque do Ibirapuera, São Paulo, com o bioensaio TRAD-SHM da Tradescantia. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021