Exportar registro bibliográfico

Condiçäo periodontal da populaçäo de 3 a 14 anos assistida em serviço odontológico universitário (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREIRA, MELISSA SMITH ALVES - FSP
  • Unidades: FSP
  • Sigla do Departamento: HSM
  • Subjects: GENGIVITE; DOENÇAS PERIODONTAIS; SAÚDE BUCAL; SAÚDE DO ADOLESCENTE; SERVIÇOS DE SAÚDE BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: Neste estudo foram descritas as condições gengivais e a prevalência de placa bacteriana da populaçäo infantil assistida pela Clínica de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia da Universidade de Santo Amaro. Foram examinadas 102 crianças\adolescentes, de 3 a 14 anos, de ambos os sexos. Foram empregados os índices de sangramento gengival proposto por AINAMO BAY (1975) para o exame das condições gengivais e o índice proposto por LÕE SILNESS (1963) para a ensuraçäo da placa bacteriana. Os exames clínicos foram realizados por um único examinador sob condições adequadas de biossegurança. As mäes das crianças/adolescentes examinadas responderam um questionário contendo questões sobre características sócio-econômicas, higiene bucal, conhecimento sobre prevençäo das doenças bucais, promoçäo de saúde bucal, e auto-percepçäo relativa à condiçäo dentária dos filhos. Os dados foram registrados e transcritos para o aplicativo Epi-Info 6.04b. Para análise estatística dos dados foram empregados os testes de Kruskal-Wallis e de correlaçäo de Pearson. Os resultados mostraram que a maioria das crianças\adolescente compartilha um perfil sócio-econômico semelhante: a maioria das mäes (71,6 por cento) possuía escolaridade na faixa entre a 4° e 8° série do 1° grau, 53 por cento possuíam televisor, a maioria (54,9 por cento) näo possuía videocassete e nem computador (87,9 por cento), 63,7 por cento tinham um banheiro em casa, 87,3 por cento tinham 3 cômodos ou mais emcasa, 85,3 por cento das crianças\adolescentes usavam transporte público, 87,3 por cento das crianças\adolescentes estudavam em escolas públicas. A prevalência de gengivite foi alta e a saúde periodontal das crianças\adolescentes foi deficiente. )Foram detectadas 79,4 por cento crianças\adolescentes com sangramento gengival, 10 por cento do total delas mostraram índice de placa elevado o que indica higiene bucal muito precária. Gengivite e placa apresentaram correlaçäo estatisticamente significativa (r = 0,422; p< 0,01). Foram observadas diferenças estatisticamente significativas na presença de placa bacteriana entre meninos e meninas. É necessário que mais esforços preventivos e educativos sejam empregados para controlar a prevalência de placa bacteriana e doenças periodontais na populaçäo de crianças e adolescentes pertencentes a famílias de condiçäo sócio-econômico semelhante (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.03.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Melissa Smith Alves; FRAZÃO, Paulo. Condiçäo periodontal da populaçäo de 3 a 14 anos assistida em serviço odontológico universitário. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Pereira, M. S. A., & Frazão, P. (2004). Condiçäo periodontal da populaçäo de 3 a 14 anos assistida em serviço odontológico universitário. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pereira MSA, Frazão P. Condiçäo periodontal da populaçäo de 3 a 14 anos assistida em serviço odontológico universitário. 2004 ;
    • Vancouver

      Pereira MSA, Frazão P. Condiçäo periodontal da populaçäo de 3 a 14 anos assistida em serviço odontológico universitário. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020