Exportar registro bibliográfico

O aconselhamento em DST para adolescentes: um caminho a percorrer (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: PRADO, BIANCA MARQUES CARDOSO DO - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS; ADOLESCENTES; ACONSELHAMENTO; EDUCAÇÃO EM SAÚDE; PESQUISA QUALITATIVA; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA; PERCEPÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como objetivo investigar as possibilidades e os limites da prática de aconselhamento em Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) para adolescentes através dos sentidos atribuídos pelos próprios sujeitos ao fato de estarem portadores dessas doenças. O estudo foi realizado no Centro de Referência e Treinamento em DST/AIDS do programa estadual de DST/AIDS. A investigaçäo se deu através de uma análise qualitativa, com entrevistas semi-estruturadas com adolescentes portadores de DST que estavam em acompanhamento no Ambulatório DST/COAS. Para tanto, foi utilizado o Método do Discurso do Sujeito Coletivo para a construçäo dos Discursos dos Sujeitos Coletivos. Observou-se que, de modo geral, ao se tornarem portadores de uma DST, os adolescentes percebem-se como vulneráveis e, em funçäo disso, sentem-se impotentes, constrangidos e com medo; além disso, näo tem clareza de como se contaminaram, ficam inseguros na realizaçäo do teste do HIV e näo conseguem usar sistematicamente o preservativo. Também se observou que esses sujeitos sabem da importância de se comunicar o parceiro(a) sexual sobre as DST e tem clareza da dificuldade desse processo. Através dessa amostra, pôde-se avaliar que cada adolescente é um ser histórico e subjetivo e, portanto, os discursos se apresentaram complementares e, por vezes, antagônicos. Foi possível concluir que o aconselhamento em DST para adolescentes no espaço institucional de tratamento possibilita aquebra da cadeia epidemiológica. Mas, levando-se em consideraçäo a fala dos adolescentes, a falta de uma construçäo mais objetiva dessa intervençäo provoca imensos prejuízos no processo. Nessa medida, o aconselhamento em DST para adolescentes näo deve se restringir ao espaço ambulatorial; deve sim estar presente nos espaços privilegiados de convívio dos adolescentes(AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRADO, Bianca Marques Cardoso; BICUDO PEREIRA, Isabel Maria Teixeira. O aconselhamento em DST para adolescentes: um caminho a percorrer. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Prado, B. M. C., & Bicudo Pereira, I. M. T. (2004). O aconselhamento em DST para adolescentes: um caminho a percorrer. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Prado BMC, Bicudo Pereira IMT. O aconselhamento em DST para adolescentes: um caminho a percorrer. 2004 ;
    • Vancouver

      Prado BMC, Bicudo Pereira IMT. O aconselhamento em DST para adolescentes: um caminho a percorrer. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021