Exportar registro bibliográfico

Reciclagem de poeiras e lamas provenientes da fabricação de aço inoxidável (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: NOLASCO SOBRINHO, PEDRO JOSE - EP
  • Unidades: EP
  • Sigla do Departamento: PMT
  • Subjects: RESÍDUOS (RECICLAGEM); AÇO INOXIDÁVEL (FABRICAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve como objetivo estudar a redução dos óxidos de cromo e níquel contidos em resíduos gerados na fabricação de aço inoxidável por indústrias brasileiras. Os resíduos foram adicionados, na forma de briquetes, em aço líquido (ASTM 304 e 1020) nas temperaturas de 1570, 1600 e 1635°C. Nos experimentos realizados, variou-se o tipo de redutor (carbono ou silício), a granulometria do redutor, a quantidade de redutor adicionada ao briquete e a basicidade binária da escória formada no experimento após a adição do briquete no aço líquido. Inicialmente os resíduos foram caracterizados utilizando-se as seguintes técnicas: análise química, análise granulométrica (equipamento Malvern 2600LC), difração de raios-X, microscopia eletrônica de varredura (MEV) e análise de micro-regiões por EDS. Verificou-se que a principal fase presente nos resíduos foi identificada como sendo o espinélio FeO.´CR IND.2´´O IND.3´ e que as partículas dos resíduos possuíam um tamanho médio entre 1,69 e 30,43 µm. Após a caracterização os resíduos foram aglomerados na forma de briquetes juntamente com redutor, cal ou sílica (dependendo do tipo de resíduo) para ajuste da basicidade binária da escória que seria formada na adição dos briquetes no aço. Para a realização dos experimentos de fusão dos reagentes foi construído um aparato experimental, em escala de laboratório, composto por um forno vertical e seu controlador de temperatura. Todos os experimentos de fusão foram realizados no aparatoexperimental e utilizaram cadinhos de alumina. Um fluxo de gás inerte era mantido no interior do forno durante a realização dos experimentos. Periodicamente eram retiradas amostras de cada experimento para a verificação doa teores de cromo, níquel, silício e fósforo. Verificou-se que é possível atingir valores de redução de óxido de cromo e de níquel superiores a 97% para determinadas condições experimentais. ) Com os resultados obtidos na redução dos óxidos de cromo e níquel foi feita uma análise cinética da redução destes óxidos pelo silício. O modelo de reação de primeira ordem utilizado que considerou a velocidade proporcional à fração não reagida representou satisfatoriamente o processo estudado. Verificou-se que a velocidade de reação dos óxidos de cromo e níquel é inversamente proporcional ao tamanho das partículas dos resíduos. As energias de ativação aparente encontradas para os experimentos de redução dos óxidos de cromo e de níquel situaram-se entre 227 e 558 kJ/Mol e entre 82 e 315 kJ/Mol, respectivamente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.03.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NOLASCO SOBRINHO, Pedro José; TENÓRIO, Jorge Alberto Soares. Reciclagem de poeiras e lamas provenientes da fabricação de aço inoxidável. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Nolasco Sobrinho, P. J., & Tenório, J. A. S. (2004). Reciclagem de poeiras e lamas provenientes da fabricação de aço inoxidável. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Nolasco Sobrinho PJ, Tenório JAS. Reciclagem de poeiras e lamas provenientes da fabricação de aço inoxidável. 2004 ;
    • Vancouver

      Nolasco Sobrinho PJ, Tenório JAS. Reciclagem de poeiras e lamas provenientes da fabricação de aço inoxidável. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019