Exportar registro bibliográfico

Avaliação da reação do tecido subcutâneo de ratos ao digluconato de clorexidina a 2% e à pasta de hidróxido de cálcio: análises edemogênica e microscópica óptica (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: RIBEIRO, GUILHERME GARCETTI - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: TECIDO CONJUNTIVO SUBCUTÂNEO; RATOS; NECROSE DA POLPA DENTÁRIA; AGENTES MICROBIANOS
  • Language: Português
  • Abstract: O sucesso do tratamento endodôntico de dentes com necrose pulpar, está diretamente relacionado com a completa desinfecção do sistema de canais radiculares. Porém, um outro fator importante, é que essas drogas não devem agredir os tecidos vivos adjacentes. Este trabalho teve como objetivo, avaliar as reações imediata e tardia do tecido subcutâneo de ratos, quando em contato com a pasta de hidróxido de cálcio e o digluconato de clorexidina a 2%. Para determinar a intensidade da reação imediata, foi empregado o teste edemogênico, utilizando 40 ratos da linhagem Wistar, que foram divididos em grupos para as duas substâncias testadas, nos períodos experimentais de 1h, 3h, 6h e 24 horas. Cada animal recebeu 0,2ml/100mg de peso corporal do corante azul de Evans a 1% na veia lateral da cauda, e, logo em seguida, foram injetadas as substâncias testadas no dorso do animal, na proporção de 0,2ml. Após os períodos experimentais, os animais foram sacrificados, as peças removidas e analisadas as densidades ópticas no espectofotômetro. Para a determinação da reação tardia, foi utilizado a implantação de tubos de PVC contendo as substâncias testadas, em 36 ratos da linhagem Wistar, que foram divididos em grupos de 7d, 14d e 30 dias. Decorridos estes períodos, os animais foram sacrificados, as peças removidas e preparadas para análise microscópica. Os resultados demonstraram que na reação imediata, o digluconato de clorexidina a 2% foi mais irritante em todos os períodosexperimentais, quando comparado ao hidróxido de cálcio. Enquanto que para a reação tardia, as duas substâncias demonstraram ser semelhantes, não interferindo no processo de reparo, permitindo aos 14 dias a formação de um tecido de granulação em franco processo evolutivo de maturação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.12.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIBEIRO, Guilherme Garcetti; GARCIA, Roberto Brandão. Avaliação da reação do tecido subcutâneo de ratos ao digluconato de clorexidina a 2% e à pasta de hidróxido de cálcio: análises edemogênica e microscópica óptica. 2002.Universidade de São Paulo, Bauru, 2002.
    • APA

      Ribeiro, G. G., & Garcia, R. B. (2002). Avaliação da reação do tecido subcutâneo de ratos ao digluconato de clorexidina a 2% e à pasta de hidróxido de cálcio: análises edemogênica e microscópica óptica. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Ribeiro GG, Garcia RB. Avaliação da reação do tecido subcutâneo de ratos ao digluconato de clorexidina a 2% e à pasta de hidróxido de cálcio: análises edemogênica e microscópica óptica. 2002 ;
    • Vancouver

      Ribeiro GG, Garcia RB. Avaliação da reação do tecido subcutâneo de ratos ao digluconato de clorexidina a 2% e à pasta de hidróxido de cálcio: análises edemogênica e microscópica óptica. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021