Exportar registro bibliográfico

Efeitos do azul de metileno na pancreatite aguda induzida por taurocolato de sódio e enteroquinase em porcos (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: MEIRELLES JUNIOR, ROBERTO FERREIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: PANCREATOPATIAS; CIRURGIA (EXPERIMENTAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: A produção de óxido nítrico (NO) está aumentada na pancreatite aguda. Há estudos sugerindo que o NO potencializa o estresse oxidativo e a lesão parenquimatosa, enquanto outros estudos demonstram que o NO reduz a disfunção pancreática pelo aumento do fluxo sangüíneo na pancreatite aguda. Neste trabalho, estudou-se o possível efeito do bloqueio da ação do NO pelo azul de metileno na evolução da pancreatite aguda. Estudaram-se, também, os possíveis efeitos do azul de metileno na produção de radicais livres e na variação dos níveis de nitrato plasmático. Trinta porcos, da raça Dalland, foram anestesiados e divididos em cinco grupos experimentais: 1) grupo controle (n=6); 2) grupo azul de metileno (n=6); 3) grupo pancreatite aguda (n=6); 4) grupo com pancreatite aguda e tratamento prévio com azul de metileno (n=6) e; 5) grupo pancreatite aguda com subseqüente tratamento com azul de metileno (n=6). O azul de metileno foi aplicado em "bolus" na dose 2mg.kg-¹ ev, seguida de uma dose de manutenção de 2 mg.kg-¹.h-¹ iv. A pancreatite aguda foi induz,ida por meio da injeção intraductal de taurocolato de sódio a 5% e enteroquinase. Os parâmetros hemodinâmicos, incluindo o débito cardíaco e a saturação venosa de oxigênio foram registrados continuamente durante 180 min por meio de cateter de Swan-Ganz e monitor cardíaco. Amostras de sangue para análise bioquímica, incluindo dosagem de nitrato arterial e venoso, malondialdeído e amilase, foram coletadas a cada 60 min. Aofinal do experimento, o pâncreas foi retirado e submetido a estudo histopatológico. A pressão arterial média e o débito cardíaco diminuíram ao longo do tempo no grupo pancreatite aguda. O emprego de azul de metileno, imediatamente antes da indução da pancreatite aguda, retardou em 70 minutos a diminuição da pressão arterial média e do débito cardíaco, mas não modificou os padrões hemodinâmicos após 90 min da indução da pancreatite ... aguda. O azul de metileno causou diminuição dos níveis plasmáticos de nitrato, aumento dos níveis plasmáticos de malondialdeído e não interferiu na hiperamilasemia e nas alterações histológicas típicas da pancreatite aguda necro-hemorrágica. Concluindo, o tratamento prévio ou subseqüente com azul de metileno não preveniu a diminuição da pressão arterial média e do débito cardíaco, bem como não reduziu a hiperamilasemia, nem os achados necro-hemorrágicos, típicos neste modelo de pancreatite aguda
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.01.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MEIRELLES JÚNIOR, Roberto Ferreira; CENEVIVA, Reginaldo. Efeitos do azul de metileno na pancreatite aguda induzida por taurocolato de sódio e enteroquinase em porcos. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Meirelles Júnior, R. F., & Ceneviva, R. (2004). Efeitos do azul de metileno na pancreatite aguda induzida por taurocolato de sódio e enteroquinase em porcos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Meirelles Júnior RF, Ceneviva R. Efeitos do azul de metileno na pancreatite aguda induzida por taurocolato de sódio e enteroquinase em porcos. 2004 ;
    • Vancouver

      Meirelles Júnior RF, Ceneviva R. Efeitos do azul de metileno na pancreatite aguda induzida por taurocolato de sódio e enteroquinase em porcos. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021