Exportar registro bibliográfico

Homogeneidade intraclasse: estudo empírico sobre setores censitários como unidades primárias de amostragem (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, MARIA PAULA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • Subjects: CENSOS; AMOSTRAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: Comparar dois métodos de estimação do coeficiente de correlação intraclasse, no contexto de inquéritos domiciliares em que o setor censitário é a unidade primária de amostragem. Avaliar o efeito da homogeneidade intra setor censitário, na amostra da Pesquisa de Condições de Vida no Estado de São Paulo, no ano de 1998. Utilizando-se dois estimadores do coeficiente de correlação intraclasse foram calculadas as respectivas estimativas para 24 variáveis, em sete domínios. Também foram calculados os efeitos do delineamento e tamanhos de amostras. A fonte de dados utilizada foi a Pesquisa sobre Condições de Vida, realizada pela Fundação SEADE no Estado de São Paulo em 1998. icc e roh apresentaram resultados semelhantes. Para as variáveis analisadas, a maioria das estimativas obtidas por meio de roh estava incluída no intervalo de confiança de 95 por cento de icc. Nos sete domínios da Pesquisa de Condições de vida, as variáveis de rendimentos são as responsáveis pelas maiores estimativas do coeficiente de correlação intraclasse. A perda de precisão comporta-se de forma semelhante em todos os domínios. Variáveis socioeconômicas, especificamente rendimentos, apresentam os maiores deff¦s, nunca inferiores a dois. A estimação do coeficiente intraclasse por meio de roh apresenta resultados similares quando se utiliza icc. Este resultado indica que para planejamentos de amostras pode-se utilizar tanto icc quanto roh, sendo que este último apresenta uma maior facilidade decálculo, uma vez que o deff é usualmente apresentado pela maioria dos pacotes computacionais de cálculo de erros amostrais. Reafirmou-se o setor censitário como unidade homogênea com relação as variáveis de rendimentos consideradas no estudo. Para a região metropolitana de São Paulo, os setores censitários se mostraram mais homogêneos, do que os pertencentes aos domínios do interior, em relação às variáveis socioeconômicas, particularmente rendimentos. (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.01.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Maria Paula; SILVA, Nilza Nunes da. Homogeneidade intraclasse: estudo empírico sobre setores censitários como unidades primárias de amostragem. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Ferreira, M. P., & Silva, N. N. da. (2004). Homogeneidade intraclasse: estudo empírico sobre setores censitários como unidades primárias de amostragem. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Ferreira MP, Silva NN da. Homogeneidade intraclasse: estudo empírico sobre setores censitários como unidades primárias de amostragem. 2004 ;
    • Vancouver

      Ferreira MP, Silva NN da. Homogeneidade intraclasse: estudo empírico sobre setores censitários como unidades primárias de amostragem. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021