Exportar registro bibliográfico

No tapete do imaginário: tramas e urdiduras dos contos árabes na educação fundamental (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: BORGHI, MARIA LUIZA - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: PRÁTICA DE ENSINO; ALTERIDADE; ENSINO FUNDAMENTAL; LITERATURA ÁRABE (EDUCAÇÃO); NARRATIVA (EDUCAÇÃO); HERMENÊUTICA; DIVERSIDADE CULTURAL
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação tem como objetivo investigar e analisar alguns dos modos como os contos maravilhosos árabes, mesclados de elementos míticos e mágicos, podem ser sensibilizadores para crianças na faixa etária entre 9 e 10 anos de idade, favorecendo nelas o encontro com o Outro e levando-as ao autoconhecimento e ao conhecimento do próximo. No desenvolvimento deste trabalho, busca-se entender por quais caminhos a imagem simbólica potencializada tornou-se um instrumento de entendimento de si e do mundo para essas crianças e como a mesma imagem ressoou em seu trajeto antropológico pessoal, por meio do contato com as referidas narrativas. Representa-se as etapas vivenciadas pelas mesmas crianças ao longo do processo, por meio da analogia da confecção de um tapete. Pressupõe-se aqui que as narrativas árabes formam um leito simbólico, capaz de abrir espaços para a diversidade, a tolerância, a manifestação da alteridade. Explicitaremos também como o imaginário mobiliza novas disposições de leitura e, nessa medida. a expressão criadora e o contato com o diverso, considerando que as diferenças encontram-se na camada superior mais superficial da persona humana, escondendo a identidade humana profunda e ancestral. No sentido de fundamentar tais pressupostos, escolheu-se como norte teórico alguns autores do mesmo solo paradigmático: Carl Gustav Jung. Gaston Bachelard, Gilbert Durand e Marcos Ferreira Santos. Serão eles, portanto, os referenciais para a amplificação deimagens e das narrativas selecionadas para as análises e conclusões, que se utilizará da mitohermenêutica como metodologia. Considerou-se pois, no contexto desta dissertação, uma metodologia de trabalho em sala de aula, aqui explicitada, aplicada no início do ano letivo em nossa sala de aula de 3ª série do Ensino Fundamental, e que tem propiciado às crianças a possibilidade de uma ampla leitura de narrativas árabes e de seus desdobramentos, para que possam ) assim desfrutar de uma enorme variedade de enredos e imagens, originários de um mundo diverso daquele em que vivem, aproximando-se e apropriando-se assim de elementos e aspectos da diversidade cultural na que estão inseridas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.04.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BORGHI, Maria Luiza; SANTOS, Marcos Ferreira dos. No tapete do imaginário: tramas e urdiduras dos contos árabes na educação fundamental. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Borghi, M. L., & Santos, M. F. dos. (2004). No tapete do imaginário: tramas e urdiduras dos contos árabes na educação fundamental. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Borghi ML, Santos MF dos. No tapete do imaginário: tramas e urdiduras dos contos árabes na educação fundamental. 2004 ;
    • Vancouver

      Borghi ML, Santos MF dos. No tapete do imaginário: tramas e urdiduras dos contos árabes na educação fundamental. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021