Exportar registro bibliográfico

Gravidez na adolescência e sua recorrência (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: GOMES, SOLANGE EDUARDO CHABU - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA; SAÚDE DA MULHER; ENFERMAGEM OBSTÉTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Estudo transversal com coleta de dados retrospectiva com os objetivos de descrever e analisar a gestação e sua recorrência no período da adolescência e associar variáveis sociodemográficas, ginecológicas e obstétricas com a recorrência da gestação na adolescência. Fizeram parte do estudo 394 gestantes adolescentes, matriculadas no serviço de pré-natal do Amparo Maternal, S.P., no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2002. Os dados foram coletados pela análise dos registros nos prontuários das gestantes e preenchimento de um instrumento de coleta, especificamente elaborado para este fim. Os dados foram armazenados em banco de dados, processado no software EPI-info 6.04 e analisadas as variáveis quantitativas em função dos valores mínimos e máximos, médias, desvio-padrão e medianas. Para as variáveis qualitativas, foram calculadas a freqüência absoluta e a relativa. A análise comparativa univariada foi feita pelo teste t de Student, paramétrico de Mann-Whitney, Qui-quadrado ou exato de Fisher e apresentados em forma de tabelas e figuras. Os resultados mostraram uma população de adolescentes com média de idade de 17,2 anos, 59% solteiras; média de 7,5 anos de escolaridade; 18,8% eram estudantes, 11,2% tinham atividade remunerada e 59,1% delas com atividade manual não especializada; 64,2% iniciaram o acompanhamento pré-natal no segundo trimestre da gestação; a média de idade da menarca foi de 12,2 anos, e da sexarca 14,8 anos; 69,5% eram primigestas, 76,4%nulíparas; 54,8% das adolescentes não desejavam a gestação, mas 93,6% aceitaram-na. A maioria da população (59,6%) referiu uso de métodos anticoncepcionais. O porcentual de recorrência de gestação foi 30,5% do total de adolescentes; com predomínio de duas gestações em 78,3%; e no máximo seis; o intervalo médio intergestacional foi 1,8 anos. Houve associação significativa com a recorrência da gestação na adolescência em relação as variáveis idade, (continua) ) escolaridade, situação conjugal e sua duração, média de idade da sexarca, média do número de parceiros, tipo de anticoncepcional utilizado e seu tempo médio de uso e a aceitação da gravidez
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.03.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOMES, Solange Eduardo Chabu; BONADIO, Isabel Cristina. Gravidez na adolescência e sua recorrência. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Gomes, S. E. C., & Bonadio, I. C. (2004). Gravidez na adolescência e sua recorrência. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gomes SEC, Bonadio IC. Gravidez na adolescência e sua recorrência. 2004 ;
    • Vancouver

      Gomes SEC, Bonadio IC. Gravidez na adolescência e sua recorrência. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021