Exportar registro bibliográfico

Estudo da micromorfologia e da resistência de união da resina composta em dentes decíduos variando o substrato e o sistema adesivo (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: FIUZA, CRISTINA TEBECHRANI - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: RESINAS COMPOSTAS; RESISTÊNCIA DE UNIÃO (ODONTOLOGIA); DENTE DECÍDUO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar in vitro a resistência de união, por ensaio de tração, da resina composta, empregando um sistema adesivo convencional com condicionamento ácido prévio (Single Bond/SB) e sistemas adesivos autocondicionantes (Prompt-L-Pop/PR e Clearfil SE Bond/CL) em superfície de esmalte (intacto/E e lixado/EL) e dentina (D) na face vestibular (V) e lingual (L) de dentes decíduos e, por meio de MEV, observar a micromorfologia dos substratos condicionados e das interfaces dente / adesivo / resina composta. Para os testes de resistência de união, molares decíduos foram seccionados no sentido mésio-distal, incluídos em resina autopolimerizável com a face vestibular ou lingual voltadas para a superfície externa. As amostras do grupo E foram mantidas intactas e as demais, desgastadas com lixa d'água de granulação 600, sob refrigeração, obtendo o grupo EL e D. Os adesivos foram aplicados conforme recomendações dos fabricantes e a resina composta (Z250) foi inserida em dois incrementos e fotopolimerizada em matriz de polipropileno de forma cônica, com diâmetro de união de 1,5mm. Os resultados permitiram concluir que o SB apresentou significantemente maior valor de união em E (20,65MPa) e EL (21,94MPa) que os sistemas adesivos autocondicionantes CL (E: 17,88MPa; EL: 14,56MPa) e PR (E: 16,56MPa; EL: 18,02MPa). Na dentina o CL conduziu significantemente a maior retentividade (18,99MPa) quando comparado ao SB (16,71MPa) e PR (10,91MPa). Osresultados mostraram que o desgaste do esmalte prejudicou apenas a retentividade do adesivo CL A face não influenciou na retentividade dos adesivos avaliados. Após confecção dos espécimes e preparo das amostras para MEV observou-se que o ácido fosfórico a 35% e o PR promoveram padrão de condicionamento ácido mais evidente quando comparados ao CL, que, por sua vez, conduziu a desmineralização mais suave nos substratos avaliados. A interface formada pelo SB e PR foi semelhante exibindo tags maiores, tanto em esmalte como em dentina, quando comparados ao CL. O padrão de condicionamento ácido e tamanho dos tags não apresentaram relação com os valores de resistência de união
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.10.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FIUZA, Cristina Tebechrani; TURBINO, Miriam Lacalle. Estudo da micromorfologia e da resistência de união da resina composta em dentes decíduos variando o substrato e o sistema adesivo. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Fiuza, C. T., & Turbino, M. L. (2003). Estudo da micromorfologia e da resistência de união da resina composta em dentes decíduos variando o substrato e o sistema adesivo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Fiuza CT, Turbino ML. Estudo da micromorfologia e da resistência de união da resina composta em dentes decíduos variando o substrato e o sistema adesivo. 2003 ;
    • Vancouver

      Fiuza CT, Turbino ML. Estudo da micromorfologia e da resistência de união da resina composta em dentes decíduos variando o substrato e o sistema adesivo. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021