Exportar registro bibliográfico

Uso e diversidade genética em populações naturais de biriba (Eschweilera ovata [Cambess.] Miers): subsidios ao manejo e conservação da espécie (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: GUSSON, EDUARDO - ECOLOGIA APLICA
  • Unidade: ECOLOGIA APLICA
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: FRUTAS TROPICAIS; GENÉTICA VEGETAL; VARIAÇÃO GENÉTICA; ECOLOGIA FLORESTAL; ELETROFORESE; MANEJO FLORESTAL; FLORESTAS
  • Language: Português
  • Abstract: A exploração de produtos não madeireiro em florestas nativas tem sido alternativa na composição da renda de comunidades locais. Dentre as diversas espécies exploradas da Mata Atlântica, a biriba - Eschweilera ovata (Cambess.) Miers - vem sendo intensamente utilizada para a confecção do berimbau. Disponibilizar informações que auxiliem em apontar diretrizes para adequadas formas de conservação genética e manejo desta espécie é de fundamental importância, tanto do ponto de vista ecológico como econômico e social. Com este objetivo, realizou-se o estudo do sistema reprodutivo e da estrutura genética de E. ovata, através da técnica de eletroforese de isoenzimas, em três áreas de ocorrência natural de populações da espécie sob diferentes graus de antropização, sendo uma explorada e outras duas sem exploração, localizadas próximas à cidade de Salvador - BA. Os resultados do sistema de reprodução estudado em duas destas populações mostram que a espécie reproduz-se predominantemente por cruzamento, tendo variado de 98,5% a 99,9%, valor este superior à média apresentada pelas espécies arbóreas tropicais. Uma certa taxa de cruzamentos endogâmicos foi evidenciada nas populações estudadas, sendo praticamente 100% da endogamia gerada nas progênies resultado de cruzamento entre parentes na população natural, e 76,8% na população explorada, sendo o restante atribuído a autofecundação. O valor estimado para o coeficiente de coancestralidade dentro de progênies ( ) variou de 0,191 a0,211. As estimativas das correlações de autofecundação ( ), foram relativamente baixas em ambas as populações e não diferentes estatisticamente entre si, (variando de 0,100 a 0,107). O número provável de árvores doadoras de polén foi extremamente baixo, tendo em média, dois indivíduos por árvore matriz. O tamanho efetivo de variância (Ne(v)) médio das populações foi de 2,13, sendo necessário assim, para reter o tamanho efetivo de 50, a coletas de cerca de 23 árvores nestas populações. O tamanho efetivo populacional foi próximo ao número de indivíduos amostrados. A divergência genética entre as populações de adultos ( ), foi de apenas 2,5%,indicando que a maior parte da diversidade genética encontra-se distribuída dentro das populações (97,5%). A divergência entre populações, estimada com base nas progênies ( ) foi ainda menor, de 1,4% (0,1 a 3,5 O número médio de alelos por locos foi de 2,14 nos adultos e de 2,41 nas progênies. A porcentagem de locos polimórficos nas árvores adultas foi de 85,4% e nas progênies de 81,8%. A heterozigosidade esperada segundo as expectativas do EHW foram altas e variaram de 0,354 a 0,431 e a heterozigosidade observada variou de 0,332 a 0,371, sendo, tanto na progênies como nos adultos das populações, menor do que a heterozigosidade esperada, indicando que há mais homozigotos nas populações que o esperado pelas proporções do Equilíbrio de Hardy-Weinberg. A análise de autocorrelação espacial das árvores deE. ovata dentro da populações estudadas mostrou haver estruturação, sendo que quanto mais próximos os indivíduos maior é probabilidade deles serem parentes. Os resultados obtidos possibilitaram realizar inferências a respeito da conservação e manejo da espécie
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.02.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUSSON, Eduardo; KAGEYAMA, Paulo Yoshio. Uso e diversidade genética em populações naturais de biriba (Eschweilera ovata [Cambess.] Miers): subsidios ao manejo e conservação da espécie. 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-29072004-161407/ >.
    • APA

      Gusson, E., & Kageyama, P. Y. (2004). Uso e diversidade genética em populações naturais de biriba (Eschweilera ovata [Cambess.] Miers): subsidios ao manejo e conservação da espécie. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-29072004-161407/
    • NLM

      Gusson E, Kageyama PY. Uso e diversidade genética em populações naturais de biriba (Eschweilera ovata [Cambess.] Miers): subsidios ao manejo e conservação da espécie [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-29072004-161407/
    • Vancouver

      Gusson E, Kageyama PY. Uso e diversidade genética em populações naturais de biriba (Eschweilera ovata [Cambess.] Miers): subsidios ao manejo e conservação da espécie [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-29072004-161407/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021