Exportar registro bibliográfico

Caracterização parcial do cDNA de um transcrito de 0,65 KB, da glândula salivar de Bradysia hygida (Diptera, Scieridae), que apresenta homologia com peptídeos antimicrobianos (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: GALLINA, ANA PAULA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: CITOLOGIA; BIOLOGIA CELULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Nosso principal interesse é procurar entender os mecanismos envolvidos no controle do processo de amplificação gênica, que ocorre na glândula salivar de Bradysia hygida, e no controle da atividade dos genes amplificados. Em nossa busca por genes amplificados, ainda não caracterizados, selecionamos um pequeno cDNA, cópia de parte de RNA poli-(A)+ expresso em grande quantidade. O transcrito também é pequeno (cerca de 0,65 kb) e tem sua expressão regulada no desenvolvimento, começa a ser detectados na idade E7, quando a larva está ativamente construindo seu casulo individual. O RNA parece se tornar mais abundante em E7+8h; houve experimento em que ele foi fracamente detectado em E7+16h, e em outros não. Outra informação interessante, o transcrito só foi detectado na região S2 da glândula salivar, na qual não se formam pufes de DNA (outros órgãos não foram estudados). Experimentos de "Southern blot" e hibridação molecular "in situ", mostraram tratar-se de gene reiterado, com cópias espalhadas por todo o genoma. O cDNA foi seqüenciado e a seqüência deduzida de aminoácidos mostrou homologia com peptídios antimicrobianos produzidos por duas espécies de plantas: Mirabilis jalapa e Mesembryanthemum crystallinum. Por ser o primeiro gene que codifica peptídio antimicrobiano, detectado na glândula salivar de Bradysia hygida, ele foi nomeado: BhSGAM-1. Peptídios antimicrobianos estão presentes nos mais diferentes tipos de organismos, participando ativamente dos mecanismosde defesa contra o ataque de micróbios patogênicos, inclusive em humanos. Se aqui, como em todos os outros casos, esse peptídio for secretado, e supostamente depositado no casulo, propõe-se que sua produção pela glândula salivar faça parte de um mecanismo preventivo de defesa externa. Assim, esse processo visa proteger o animal, contra o ataque de microorganismos, durante o período de transição larva/pupa e durante a metamorfose
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.11.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALLINA, ana Paula; ALMEIDA, Jorge Cury de. Caracterização parcial do cDNA de um transcrito de 0,65 KB, da glândula salivar de Bradysia hygida (Diptera, Scieridae), que apresenta homologia com peptídeos antimicrobianos. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Gallina, ana P., & Almeida, J. C. de. (2003). Caracterização parcial do cDNA de um transcrito de 0,65 KB, da glândula salivar de Bradysia hygida (Diptera, Scieridae), que apresenta homologia com peptídeos antimicrobianos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gallina ana P, Almeida JC de. Caracterização parcial do cDNA de um transcrito de 0,65 KB, da glândula salivar de Bradysia hygida (Diptera, Scieridae), que apresenta homologia com peptídeos antimicrobianos. 2003 ;
    • Vancouver

      Gallina ana P, Almeida JC de. Caracterização parcial do cDNA de um transcrito de 0,65 KB, da glândula salivar de Bradysia hygida (Diptera, Scieridae), que apresenta homologia com peptídeos antimicrobianos. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021