Exportar registro bibliográfico

Práticas assistenciais no atendimento imediato ao recém-nascido em Centro de Parto Normal (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: FERNANDES, KARINA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: RESSUSCITAÇÃO; RECÉM-NASCIDO; PARTO; ENFERMAGEM OBSTÉTRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo-exploratório, prospectivo e transversal que teve como objetivos: identificar as práticas no atendimento imediato ao recém-nascido de parto normal e as atribuições dos profissionais que atuam nessa assistência. Os dados foram coletados em um Centro de Parto Normal de um hospital público da cidade de São Paulo, e registrados em um instrumento tipo check-list, foram armazenados em banco de dados, processados pelo programa SPSS, versão 10.0. Observaram-se cem atendimentos, durante o período de fevereiro a julho de 2003. Identificou-se que o preparo prévio para o atendimento imediato ao RN foi realizado em 97,0% pela técnica ou pela auxiliar de enfermagem. No momento do parto, o neonatologista esteve presente em 64,0% dos atendimentos, nos outros 36,0% a enfermeira obstetra foi responsável pelo atendimento imediato ao RN. O índice de APGAR foi atribuído pelo neonatologista em 99,0% dos nascimentos, sendo o RN colocado sobre o abdome materno em 81,0% dos atendimentos e os demais 19,0%, em um berço aquecido. A secção do cordão umbilical ocorreu, em média, após 49 segundos do nascimento. A aspiração das vias aéreas superiores verificou-se em 47,0% dos RNs e foi realizada pelo neonatologista em 95,7% dos atendimentos. Observou-se a presença de líquido meconial em 24,0% dos atendimentos, sendo aspirada a traquéia em 3,0% dos RNs e 2,0% por intubação. A oxigenação dos RNs verificou-se em 26,0% dos atendimentos, massagemcardíaca foi uma prática realizada em 1,0% dos atendimentos, não sendo necessário uso de drogas de reanimação. O estímulo à amamentação foi uma prática verificada em 91,0%, em média com 29,35 minutos, após o nascimento. A média do tempo de amamentação foi 22,33 minutos. Após a reanimação inicial, desenvolveram desconforto respiratório 6,0% dos RNs que foram transferidos para a UTI neonatal, os demais, 94,0% permaneceram em alojamento conjunto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.03.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERNANDES, Karina; KIMURA, Amélia Fumiko. Práticas assistenciais no atendimento imediato ao recém-nascido em Centro de Parto Normal. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Fernandes, K., & Kimura, A. F. (2004). Práticas assistenciais no atendimento imediato ao recém-nascido em Centro de Parto Normal. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Fernandes K, Kimura AF. Práticas assistenciais no atendimento imediato ao recém-nascido em Centro de Parto Normal. 2004 ;
    • Vancouver

      Fernandes K, Kimura AF. Práticas assistenciais no atendimento imediato ao recém-nascido em Centro de Parto Normal. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021