Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento de três porta-enxertos cítricos utilizando águas salinas (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOARES, TALES MILER - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LER
  • Subjects: FRUTAS CÍTRICAS; IRRIGAÇÃO; SALINIDADE DA ÁGUA; PORTA-ENXERTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Dentre as normas do novo sistema de produção de mudas cítricas do Estado de São Paulo, prega-se que a água de irrigação deve ser isenta de organismos comprovadamente nocivos aos citros, o que se pode garantir utilizando água tratada com cloro ou proveniente de poço tubular profundo. Considerando que as águas subterrâneas podem conter níveis significativos de sais, desenvolveu-se o presente trabalho com o objetivo de avaliar o crescimento dos porta-enxertos cítricos limoeiro 'Cravo', tangerineira 'Cleópatra' e citrumeleleiro 'Swingle', submetidos à irrigação com águas salinas, mensurando se o nitrato de cálcio mitiga eventuais efeitos dos íons tóxicos Na+ e Cl-. O experimento foi conduzido nas instalações de uma empresa produtora de mudas cítricas durante cerca três meses. Foram investigados três tipos de água: água natural (CEa 1,19 dS m-1), explorada diretamente de um poço tubular profundo, água dessalinizada (CEa 0,02 dS m-1), obtida mediante osmose reversa da água natural, e água residual (CEa 2,11 dS m-1), resultante do processo de dessalinização. Os níveis de nitrato de cálcio avaliados foram 0 e 20 meq L-1, conformando-se um esquema estatístico fatorial 3 x 3 x 2 (tipode porta-enxerto, tipo de água e adição de nitrato de cálcio). As plantas foram desenvolvidas em sacolas plásticas preenchidas com substrato à base de casca de Pinus, fertilizado com adubo de liberação controlada. Os parâmetros usuais para avaliação decrescimento vegetal foram averiguados, não sendo demonstradas, pelo teste de Tukey a 5%, diferenças significativas, entre os tratamentos, decorrentes da qualidade da água, muito embora se tenha observado que esta contribuiu para o aumento da condutividade elétrica da solução do substrato (CEes) ao longo do período experimental, ultrapassando, inclusive, o valor da salinidade limiar (CEes = 1,4 dS m-1) difundido na literatura especializada para os citros. A adição corretiva de nitrato de cálcio não incrementou o crescimento das mudas, atuando, ao contrário, negativamente nas primeiras avaliações de crescimento do sistema radicular e de engrossamento do caule. Em relação ao tipo de porta-enxerto, verificou-se maior desenvolvimento do limoeiro 'Cravo', seguido pelo citrumeleiro 'Swingle' e por último pela tangerineira 'Cleópatra'. Não foram registrados sintomas de toxidez que pudessem ser atribuídos à absorção radicular de sódio e/ou de cloro. O curto período necessário ao crescimento dos porta-enxertos, proporcionado pelo novo sistema de produção, associado às irrigações freqüentes e suas taxas de lixiviação, além da baixa CTC da casca de Pinus, podem ter restringido os efeitos negativos das águas salinas investigadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.01.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOARES, Tales Miler; DUARTE, Sérgio Nascimento. Desenvolvimento de três porta-enxertos cítricos utilizando águas salinas. 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004.
    • APA

      Soares, T. M., & Duarte, S. N. (2004). Desenvolvimento de três porta-enxertos cítricos utilizando águas salinas. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Soares TM, Duarte SN. Desenvolvimento de três porta-enxertos cítricos utilizando águas salinas. 2004 ;
    • Vancouver

      Soares TM, Duarte SN. Desenvolvimento de três porta-enxertos cítricos utilizando águas salinas. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019