Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Análise da resposta antioxidativa de células de Nicotiana tabacum cv BY-2 submetidas ao cádmio (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GRATAO, PRISCILA LUPINO - ESALQ
  • Unidades: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: BIOQUÍMICA VEGETAL; CÁDMIO; ENZIMAS; FUMO; POLUIÇÃO AMBIENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: A poluição por metais pesados, particularmente pelo cádmio, considerado um dos mais tóxicos é gerada principalmente pelas atividades de mineração e industriais, utilização de lodo de esgoto e fertilizantes fosfatados. Estes últimos contém o Cd em sua composição e sua utilização na agricultura tem aumentado a concentração desse metal no solo, reservas hídricas e plantas, o que pode aumentar a bioacumulação via cadeia alimentar. Identificou-se um grupo de peptídeos denominados fitoquelatinas (PCs), capazes de se ligar aos íons de metais pesados, incluindo o Cd e assim desintoxicando as células pela diminuição dos íons livres no citoplasma. Entretanto, danos oxidativos frequentemente ocorrem quando há exposição aos metais pesados, devido a intensificação na produção de espécies ativas de oxigênio. Também uma classe de enzimas antioxidantes tem sido relatada no combate às EAOs decorrentes do estresse oxidativo. Plantas expostas aos metais pesados apresentam alterações nas atividades dessas enzimas. Portanto, o estudo dessas alterações pode fornecer dados importantes relativos aos níveis de tolerância, especificidade da resposta em diferentes espécies e níveis de poluição no ambiente. Esses dados podem ser úteis em programas de melhoramento para obtenção de plantas mais tolerantes, além de estudos relacionados a bioacumulação e fitorremediação, uma vez que plantas tolerantes podem ajudar a diminuir a quantidade de metais nos solos contaminados. Neste trabalho, foi observadoalterações nas atividades de CAT e peroxidases em células de BY-2 e um aumento expressivo na atividade de GR. A SOD apresentou alterações em isoformas específicas. Os resultados sugerem que o mecanismo principal de defesa ao estresse por Cd em células BY-2 foi variável durante o tempo de exposição ao metal. Possivelmente a síntese de GSH tanto como substrato para fitoquelatinas ) quanto para GST foi significativa durante a fase inicial de estresse, sendo que a atividade de CAT e peroxidases são importantes durante o período final, onde provavelmente o estresse tornou-se mais severo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.01.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRATÃO, Priscila Lupino; AZEVEDO, Ricardo Antunes de. Análise da resposta antioxidativa de células de Nicotiana tabacum cv BY-2 submetidas ao cádmio. 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-08032004-150019/ >.
    • APA

      Gratão, P. L., & Azevedo, R. A. de. (2004). Análise da resposta antioxidativa de células de Nicotiana tabacum cv BY-2 submetidas ao cádmio. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-08032004-150019/
    • NLM

      Gratão PL, Azevedo RA de. Análise da resposta antioxidativa de células de Nicotiana tabacum cv BY-2 submetidas ao cádmio [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-08032004-150019/
    • Vancouver

      Gratão PL, Azevedo RA de. Análise da resposta antioxidativa de células de Nicotiana tabacum cv BY-2 submetidas ao cádmio [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-08032004-150019/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019