Exportar registro bibliográfico

Violência nas escolas: visão de professores do ensino fundamental sobre esta questão (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, MARIA AUXILIADORA - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Subjects: VIOLÊNCIA ESCOLAR; EDUCAÇÃO EM SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: No presente estudo, investigamos a questão da violência que vem permeando, de forma significativa, as relações no espaço escolar. Especificamente, objetivamos levantar qual a visão que os docentes têm sobre o fenômeno, bem como, as formas como este ocorre e as estratégias que são utilizadas para sua superação. Metodologicamente, optamos pela abordagem qualitativa, sendo esta uma pesquisa descritiva-exploratória, de cunho humanista. Para o levantamento de dados, utilizamos a entrevista individual norteada por um roteiro semi-estruturado. Pesquisamos vinte professores de ambos os sexos, sendo a maioria constituída de mulheres com mais de 40 anos, de quatro escolas da rede pública de ensino de um município paraense. Organizamos os dados em quadros e o conteúdo foi alisado por categorização, possibilitando melhor compreensão e interpretação das falas expressas pelos professores pesquisados. Pudemos constatar que os professores percebem a violência como um fenômeno em expansão, reforçado, principalmente, pelas desigualdades sociais, pela influência da mídia e pela desestruturação familiar, contribuindo para muitas conseqüências no cotidiano escolar. As formas explícitas foram as mais evidenciadas, principalmente, através das brincadeiras, palavras, dos empurrões, provocações, brigas e outros. Percebem a violência implícita nas relações interpessoais aluno/aluno, aluno/professor, funcionário/aluno e nas condições de trabalho. As estratégias tomadas frente a violênciaobjetivam impor limites e facilitar a convivência, situando o diálogo e a resolução dos conflitos em sala de aula, como as formas mais indicadas para o seu alcance. Além disso, consideram importante a atuação conjunta com os pais, com a comunidade e demais componentes da escola. Sentimentos de preocupação, medo, revolta, insegurança, foram reconhecidos como decorrentes do convívio com a violência. Parece poder depreender-se que um ... dos maiores problemas das escolas é a falta de humanização nas relações entre seus elementos constitutivos e a falta de projeto político-pedagógico. Reage-se muito a ofensa com ofensa, à agressão com agressão, à indiferença com indiferença, e isto parece constituir o paradigma do comportamento na escola. Isto sugere, a necessidade de reverter-se à situação fazendo da escola um espaço de superação da violência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.11.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Maria Auxiliadora; BUENO, Sônia Maria Villela. Violência nas escolas: visão de professores do ensino fundamental sobre esta questão. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-21052004-142723/ >.
    • APA

      Pereira, M. A., & Bueno, S. M. V. (2003). Violência nas escolas: visão de professores do ensino fundamental sobre esta questão. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-21052004-142723/
    • NLM

      Pereira MA, Bueno SMV. Violência nas escolas: visão de professores do ensino fundamental sobre esta questão [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-21052004-142723/
    • Vancouver

      Pereira MA, Bueno SMV. Violência nas escolas: visão de professores do ensino fundamental sobre esta questão [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-21052004-142723/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021