Exportar registro bibliográfico

Síntese e estudos fotofísicos de S-Nitrosotióis ftalocianinas, úteis em terapia fotodinâmica de neoplasias (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: ROTTA, JEANE CRISTINA GOMES - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 593
  • Subjects: FOTOQUÍMICA ORGÂNICA; RADIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: A terapia fotodinâmica (TFD) utiliza uma droga fotossensibilizadora (corante) e uma luz que combinadas na presença do oxigênio molecular produzem efeitos terapêuticos e é utilizada como um tratamento alternativo de tumores malignos. Entre os fotossensibilizadores usados na TFD, a ZnPc tem recebido atenção especial devido a sua alta absorção molar ('épsilon' 10(5)M-¹ cm-¹) e seu espectro de absorção no vermelho (640-710 nm) que permite uma maior penetração nos tecidos. Entretanto, novos fotossensibilizadores vem sendo sintetizados no sentido de melhorar a sua eficiência fotodinâmica. Neste trabalho foi estuda a proposta de obtenção de um novo fotossensibilizador que fosse capaz de produzir oxigênio singlete, como também, de liberar óxido nítrico; que é uma molécula que tem demonstrado potencial no tratamento de neoplasias. Desta forma, foram realizados estudos sintético para a obtenção de uma ZnPc que obtive em sua estrutura grupos liberadores de NO. Para a obtenção da ZnPc tetrasubstituída 5, foi realizada uma reação de tetramerização utilizando como reagentes DBU e acetato de zinco em butanol. O precursor sintético utilizado foi a amida 14, obtida através da reação de adição nucleofílica da 4-aminoftalonitrila 8 com a tiazolidina 13 utilizando como agente ativante da carbonila a DCC. A ZnPc tetrasubstituída 5 foi obtida como uma mistura de quatro isômeros e dois destes isômeros (C2v e C4h), foram identificados por RMN ¹H. A síntese da ZnPc monosubstituída 6, foirealizada através de uma reação de tetramerização utilizando como precursores sintéticos a amida 14 e a ftalonitrila 16 na proporção de 1:9, na presença de DBU, acetato de zinco e butanol. Entretanto, devido à proporção dos reagentes utilizados, obteve-se além da ZnPc monosubstituída 6 desejada, uma mistura contendo ZnPc di-tri e tetrasubstituídas e ZnPc3. Foram realizados os estudos de caracterização espectroscópicas da ZnPc monosubstituída 6 e ... estes estudos demonstraram que a presença de um substituinte não altera as propriedades espectroscópicas da ZnPc e desta forma esta molécula tem um potencial para ser usado na TFD. A tetra-nitro ZnPc 19, foi obtida através de uma reação de tetramerização utilizando DBU e acetato de zinco em butanol e como precursor sintético a 4- nitroftalonitrila 7. A reação resultou em uma mistura reacional contendo quatro isômeros (C4h, D2h, C2v e Cs) e dois destes isômeros (C2v e Cs), foram separados por cromatografia em coluna e identificados por RMN ¹H. Os parâmetros fotofísicos foram determinados para os isômeros em etanol e os resultados indicaram claramente que um isômero tem um comportamento fotofísico diferente do outro. Foram realizados estudos de liberação de óxido nítrico para ZnPc 19 em meio lipossomal e os resultados obtidos indicaram que esta molécula é capaz de liberar NO, e os valores encontrados foram de 0,23±0,02 e 0,11±0,03 quando empregadas as energias de 0,1 e 0,5 J,respectivamente. Paralelamente a estes estudos foram, inicialmente, realizados os estudos fotofísicos para a ZnPc, na presença da NaciSNO (um liberador de óxido nítrico) para avaliar se a presença do liberador de NO poderia interferir nas propriedades espectrais da ZnPc. Estes estudos demonstraram que as propriedades fotofísicas da ZnPc não são alteradas pela presença da NaciSNO. Estudos de liberação de óxido nítrico para os S-nitrosotíois GSNO e NaciSNO em vários meios, utilizando fotólise por pulso de laser, também foram realizados. Após a irradiação com luz laser (355 nm) ocorre uma fissão homolítica da ligação S-NO e o NO liberado é detectado pelo ISO-NOMeter, e os resultados indicaram que sob as mesmas condições o NaciSNO libera mais NO que o GSNO. E a importância desta pesquisa se deve ao fato, que foi possível realizar a detecção do NO em lipossomo e em meio lipossomal contendo a ZnPc. Estes resultados obtidos, ... também serviram de base para os estudos realizados para a ZnPcTN4 19, uma vez que para realizarmos a leitura de liberação de NO para esta molécula, seria necessário que ele estive em meio lipossomal uma vez que ela é insolúvel em meio aquoso. Desta forma, pode-se concluir que os objetivos desta Tese foram concluídos com sucesso, uma vez que foi obtido um fotossensibilizador liberador de NO, apesar da estrutura desta ZnPc sintetizada ser diferente da proposta inicialmente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.10.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROTTA, Jeane Cristina Gomes; TEDESCO, Antônio Cláudio. Síntese e estudos fotofísicos de S-Nitrosotióis ftalocianinas, úteis em terapia fotodinâmica de neoplasias. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003.
    • APA

      Rotta, J. C. G., & Tedesco, A. C. (2003). Síntese e estudos fotofísicos de S-Nitrosotióis ftalocianinas, úteis em terapia fotodinâmica de neoplasias. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rotta JCG, Tedesco AC. Síntese e estudos fotofísicos de S-Nitrosotióis ftalocianinas, úteis em terapia fotodinâmica de neoplasias. 2003 ;
    • Vancouver

      Rotta JCG, Tedesco AC. Síntese e estudos fotofísicos de S-Nitrosotióis ftalocianinas, úteis em terapia fotodinâmica de neoplasias. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021