Exportar registro bibliográfico

Água para consumo humano e saúde: ainda uma iniqüidade em área periférica do município de Ribeirão Preto - SP (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: JULIAO, FABIANA CRISTINA - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: ÁGUA; SAÚDE URBANA; ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: O saneamento ambiental é um dos mais importantes meios de prevenção de doenças, mas infelizmente não é uma realidade em todos os setores da população, gerando uma situação preocupante para os profissionais de Saúde Pública. A problemática relativa à saúde e meio ambiente revela-se particularmente importante para as pessoas que vivem em favelas, ficando expostas a possíveis riscos de contaminação, devido à carência de infra- estrutura de saneamento. Neste estudo, de caráter descritivo-exploratório, utilizou-se métodos quali-quantitativos de investigação, visando o diagnóstico das condições da água para consumo humano em uma favela do município de Ribeirão Preto-SP, considerando-se a forma para obtenção e armazenamento da água, bem como a percepção dos moradores sobre a relação água e saúde. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 14 sujeitos, em seus domicílios, representando 24,5% das 57 moradias existentes, tendo sido ordenadas utilizando-se o Discurso do Sujeito Coletivo. Também foi realizada análise bacteriológica de 20 amostras de água provenientes do local de estudo: Paralelamente foi feito um levantamento dos prontuários médicos dos moradores dos 14 domicílios incluídos na investigação. Os discursos, montados a partir das falas das entrevistadas, revelaram que, apesar de parte dos moradores ter consciência sobre a importância da qualidade da água para a saúde humana, ainda utilizam a captação clandestina e oarmazenamento inadequado, do ponto de vista sanitário, o que, provavelmente pode ser o fator impactante que interfere na qualidade da água disponível na área do estudo. O resultado da análise bacteriológica indicou a contaminação por coliformes em 25% das amostras analisadas e dentre os parasitas detectados nos exames parasitológicos de fezes, destacam-se Enterobius vermicularis e Ascaris lumbricoides, presentes em 54,5% dos 11 exames realizados. Consideramos importante o planejamento ... de ações, em conjunto com os profissionais de saúde e a população, que favoreçam a conscientização dos moradores em relação à melhoria das condições de saúde a partir de medidas simples para o manuseio e armazenamento da água, visando não só a prevenção de doenças infecto-parasitárias, mas também melhores condições de higiene e bem estar, mesmo que essas ações sejam limitadas pela precariedade da situação que enfrentam em seu cotidiano
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.10.2003
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JULIÃO, Fabiana Cristina; TAKAYANAGUI, Ângela Maria Magosso. Água para consumo humano e saúde: ainda uma iniqüidade em área periférica do município de Ribeirão Preto - SP. 2003.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2003. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-13102004-152019/ >.
    • APA

      Julião, F. C., & Takayanagui, Â. M. M. (2003). Água para consumo humano e saúde: ainda uma iniqüidade em área periférica do município de Ribeirão Preto - SP. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-13102004-152019/
    • NLM

      Julião FC, Takayanagui ÂMM. Água para consumo humano e saúde: ainda uma iniqüidade em área periférica do município de Ribeirão Preto - SP [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-13102004-152019/
    • Vancouver

      Julião FC, Takayanagui ÂMM. Água para consumo humano e saúde: ainda uma iniqüidade em área periférica do município de Ribeirão Preto - SP [Internet]. 2003 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-13102004-152019/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021