Exportar registro bibliográfico

Efeito da razão de tensão na propagação de trinca por fadiga de alumínio 7475-T7351 (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated author: TODARO JUNIOR, EVANDRO D - ENGMAT
  • School: ENGMAT
  • Subjects: TENACIDADE DOS MATERIAIS; FADIGA DOS MATERIAIS; MATERIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho, foram caracterizadas as propriedades monotônicas em tração e de propagação de trinca por fadiga em uma liga de alumínio 7475-T7351 que é extensivamente, utilizada na indústria aeronáutica para fins estruturais. Foram realizados ensaios de propagação de trinca com razões de tensão(R) de 0,1, 0,5, 0,7 e 0,8, sob condição de deformação plana. Os corpos de prova foram confeccionados nas orientações L-T e T-L. Para os espécimes submetidos a ensaios com valores de R de 0.7 e 0.8, foi observado maior variabilidade para as curvas da/dN em função de 'delta'K e para as regressões efetuadas nas regiões lineares ou região II da propagação de Paris. Foi utilizada a metodologia de Walker com a finalidade de colapsar os dados em uma única curva. Para a orientação T-L não ocorreu o colapsamento devido á grande diferença dos parâmetros C e m de Paris, demonstrando que estes parâmetros são dependentes da razão de tensão R. Observou-se um colapsamento quase perfeito dos dados com relação a propagação da trinca por fadiga na orientação L-T. O ajuste da curva, pela equação empírica de Walker, apresentou-se satisfatória em relação à equação proposta por Paris - Erdogan. Observa-se um alto nível de correlação, maior que 99%, para ambos os métodos. A maior correlação foi encontrada para a razão de carga R = 0.1. A análise fratográfica realizada pela técnica de microscopia eletrônica de varredura, MEV, mostrou a presença de estrias de propagação para valores próximos a'delta'K=10 'MPa.m POT.1/2'. Foi verificada uma redução nos espaçamentos inter-estrias que revelou estar diretamente relacionado com o valor da razão de tensão, R. Quanto menor o valor de R, menor é o espaçamento inter-estrias. A análise metalográfia revelou a presença de compostos intermetálicos em menor quantidade no plano ST, o que promoveu um aumento significativo no valor da tenacidade à fratura do material neste plano de propagação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.11.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DI TODARO JUNIOR, Evandro; SPINELLI, Dirceu. Efeito da razão de tensão na propagação de trinca por fadiga de alumínio 7475-T7351. 2003.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2003.
    • APA

      Di Todaro Junior, E., & Spinelli, D. (2003). Efeito da razão de tensão na propagação de trinca por fadiga de alumínio 7475-T7351. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Di Todaro Junior E, Spinelli D. Efeito da razão de tensão na propagação de trinca por fadiga de alumínio 7475-T7351. 2003 ;
    • Vancouver

      Di Todaro Junior E, Spinelli D. Efeito da razão de tensão na propagação de trinca por fadiga de alumínio 7475-T7351. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020