Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro da retenção às superfícies radiculares, através da resistência a extrusão, de dois pinos de fibras de vidro cimentados com três cimentos à base de resina (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARNABE, WILLIAM - FOB
  • Unidades: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: MOVIMENTAÇÃO DENTÁRIA; PINOS DENTÁRIOS; CIMENTO RESINOSO; CIMENTAÇÃO; ADESIVOS DENTINÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Recentemente, vários tipos de cimentos à base de resina têm sido propostos para cimentar pinos de fibras nos canais radiculares. O objetivo deste trabalho foi: (a) avaliar, através de um teste de extrusão, a força de união entre materiais de cimentação, dentina radicular e pinos de fibras de vidro; (b) determinar o modo de fratura destes componentes através de microscopia eletrônica de varredura e (c) verificar as áreas de bolhas presentes e sua relação com a resistência ao deslocamento. Sessenta caninos humanos permanentes, extraídos por razões periodontais, foram selecionados. As coroas dos dentes foram secionadas e as raízes preparadas para receber pinos de fibras de vidro (Reforpost e Fibrekor) cimentados com cimentos à base de resina (Single Bond/Rely X ARC, Excite DSC/Variolink II and ED Primer/Panavia F). Os dentes foram aleatoriamente divididos em seis grupos de dez. Após a cimentação, as raízes foram secionadas transversalmente formando corpos-de-prova de 2,5mm de espessura, correspondente aos terços cervical, médio e apical da raiz, nos quais seriam aferidos as áreas de bolhas e executados os testes de extrusão. Após os testes de extrusão, todas as amostras foram processadas para observação no microscópio eletrônico para determinar onde ocorreram as falhas. As diferenças entre os seis grupos foram determinadas utilizando uma ANOVA a três critérios, seguida de teste de Tukey (p<0,05). A análise estatística verificou que não houve diferença estatísticaentre os pinos, e a tensão de extrusão variou nos terços cervical e apical de acordo com o sistema adesivo utilizado. No terço médio, não houve diferenças significativas independente do pino e cimento utilizados. Para todos os grupos, as fraturas ocorreram predominantemente entre o cimento à base de resina e a dentina radicular. Os grupos 5 e 6 (ED Primer/Panavia F) apresentaram áreas de bolhas significativamente maiores. ) Concluiu-se que a tensão de extrusão não foi influenciada por pinos, cimentos ou pela presença de bolhas; a adesão foi diferente nas três regiões do canal; as falhas ocorreram entre os cimentos adesivos e a dentina
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2003
  • Data da defesa: 26.11.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARNABÉ, William; BONFANTE, Gerson. Avaliação in vitro da retenção às superfícies radiculares, através da resistência a extrusão, de dois pinos de fibras de vidro cimentados com três cimentos à base de resina. 2003.Universidade de São Paulo, Bauru, 2003.
    • APA

      Barnabé, W., & Bonfante, G. (2003). Avaliação in vitro da retenção às superfícies radiculares, através da resistência a extrusão, de dois pinos de fibras de vidro cimentados com três cimentos à base de resina. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Barnabé W, Bonfante G. Avaliação in vitro da retenção às superfícies radiculares, através da resistência a extrusão, de dois pinos de fibras de vidro cimentados com três cimentos à base de resina. 2003 ;
    • Vancouver

      Barnabé W, Bonfante G. Avaliação in vitro da retenção às superfícies radiculares, através da resistência a extrusão, de dois pinos de fibras de vidro cimentados com três cimentos à base de resina. 2003 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020