Exportar registro bibliográfico

Aditivos minerais para viabilização de aterros exclusivos de lodos de estações de tratamento de esgotos (ETES) (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SANTOS, HILTON FELICIO DOS - FSP
  • School: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • Subjects: TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS; ÁGUAS RESIDUÁRIAS
  • Language: Português
  • Abstract: Durante os trabalhos do plano diretor de lodos para as cinco principais estações de tratamento de esgotos sanitários (ETES) da área metropolitana de São Paulo recomendou-se a construção de pistas com tortasde filtros-prensa misturadas com aditivos minerais alternativos. As pistas simulariam a viabilidade construtiva dos aterros exclusivos de lodo escala real. O projeto deste aterro previa células sobrepostas,recurso de engenharia contra a exigüidade de terrenos próximos das ETES. Os aterros exclusivos foram vistos, convergentemente, como único volante capaz de absorver a quantidade de lodo não utilizada para aagricultura de grãos, reflorestamentos de Eucaliptus Grandis e outros usos úteis. Esta tese investiga a capacidade de resistência ao tráfego de pistas experimentais construídas com tortas de filtro-prensada ETE Barueri e também verifica sua qualidade para possível uso agrícola como condicionador de solos. Antes da filtragem o lodo recebia cloreto férrico e cal. Posteriormente passou a receber polímeros ecloreto férrico. Foram testadas várias pistas de 30 x 70,5 metros no pátio da ETE, retirando-se amostras para medição de parâmetros úteis à construção dos aterros e/ou seu preferível uso agrícola.) Foram assim determinados a umidade do lodo, sua resistência à compressão simples, o Índice Suporte Califórnia e as características químicas e biológicas das tortas pré-condicionadas com cal.Os ensaios de laboratório de solos dessas pistas indicaram a viabilidadeconstrutiva do proposto. A mistura adicional com Absorsol, um silicoaluminato de cálcio e magnésio, também foi verificada, indicando menor consumo de cal para construir a pista, com algum sacrifício na capacidade de suporte ao tráfego. A tese recomenda a construção de pistas experimentais no aterro Anhanguera, no primeiro dos três terrenos já escolhidos pela Sabesp, com o objetivo de quantificar, projetar e estimar custos da agregação de cal ao lodo, hoje pré-condicionado com polímeros. Esta agregação será indispensável, como foi demonstrado, visto que sem ela não há possibilidade dos caminhões e/ou maquinário deixarem de afundar enquanto estiverem trafegando sobre o aterro, durante a descarga e compactação do lodo. Recomenda-se ainda investigar as condições geotérmicas resultantes nestas pistas se o Absorsol for também usado como aditivo, juntamente com o cal, para evitar a produção de fenóis é ) verificada na pista experimental é e para diminuir o consumo de cal na construção do aterro.(AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.05.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Hilton Felício dos; MANCUSO, Pedro Caetano Sanches. Aditivos minerais para viabilização de aterros exclusivos de lodos de estações de tratamento de esgotos (ETES). 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Santos, H. F. dos, & Mancuso, P. C. S. (2003). Aditivos minerais para viabilização de aterros exclusivos de lodos de estações de tratamento de esgotos (ETES). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Santos HF dos, Mancuso PCS. Aditivos minerais para viabilização de aterros exclusivos de lodos de estações de tratamento de esgotos (ETES). 2003 ;
    • Vancouver

      Santos HF dos, Mancuso PCS. Aditivos minerais para viabilização de aterros exclusivos de lodos de estações de tratamento de esgotos (ETES). 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020