Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Atendimento médico de urgência na Grande São Paulo (2001)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DALLARI, SUELI GANDOLFI - FSP
  • Unidades: FSP
  • DOI: 10.1590/s0104-12902001000200006
  • Subjects: SERVIÇOS MÉDICOS DE EMERGÊNCIA; PLANEJAMENTO EM SAÚDE; DIREITO À SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: Analisa-se a situação do atendimento às emergências médicas na Região Metropolitana de São Paulo, durante o ano de 1999, examinando toda a legislação pertinente, descrevendo o processo de atendimento observado em um Plantão Controlador Regional (PCR) e verificando a adequação dos procedimentos adotados às normas que regem o setor e ao efetivo atendimento da demanda. Foram analisados documentos, realizadas entrevistas e observação do funcionamento do sistema, com um pesquisador no PCR, ao mesmo tempo em que outros acompanhavam os chefes dos plantões nos três hospitais gerais. Descreve-se a história oral da criação do sistema e a rotina dos serviços, onde se verificou que faltavam plantonistas no PCR; que os médicos responsáveis pelos plantões da emergência, não obedeciam a mesma rotina de procedimentos; que muitas pessoas, inclusive os médicos plantonistas, não sabiam o que é o PCR; que muitas vezes a falta de transporte impediu a transferência; que os Serviços de Arquivo Médico e de Estatísticas dos hospitais pesquisados são desatualizados; que faltam recursos materiais e humanos. Apesar de a amostra não permitir generalizações, constatou-se que faltam leitos para UTI Neonatal; que os motivos mais frequentes para a solicitação de recursos foram: falta de leito, falta ou quebra de equipamento e falta de profissional; que as solicitações tiveram, na quase totalidade dos casos, uma primeira resposta negativa, cujos motivos mais frequentes eram a falta de vaga, oequipamento não estar disponível e a indisponibilidade de transporte; que a maioria dos casos chegou ao PCR depois de ter procurado solucionar seu problema por conta própria, alegando a demora no encontro da solução como justificativa para esse comportamento. Com base na normalização do sistema e na análise de experiências internacionais, são feitas sugestões para a eficaz implementação de um sistema metropolitano de atendimento à emergência médica na Grande São Paulo(AU)
  • Imprenta:
  • Source:
  • DOI
    Informações sobre o DOI: 10.1590/s0104-12902001000200006 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DALLARI, Sueli Gandolfi; PITTELLI, Sérgio de Moraes; PIROTTA, Wilson R. B; OLIVEIRA, Milca Lopes de. Atendimento médico de urgência na Grande São Paulo. Saúde e Sociedade, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 75-99, 2001. DOI: 10.1590/s0104-12902001000200006.
    • APA

      Dallari, S. G., Pittelli, S. de M., Pirotta, W. R. B., & Oliveira, M. L. de. (2001). Atendimento médico de urgência na Grande São Paulo. Saúde e Sociedade, 10( 2), 75-99. doi:10.1590/s0104-12902001000200006
    • NLM

      Dallari SG, Pittelli S de M, Pirotta WRB, Oliveira ML de. Atendimento médico de urgência na Grande São Paulo. Saúde e Sociedade. 2001 ; 10( 2): 75-99.
    • Vancouver

      Dallari SG, Pittelli S de M, Pirotta WRB, Oliveira ML de. Atendimento médico de urgência na Grande São Paulo. Saúde e Sociedade. 2001 ; 10( 2): 75-99.


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020