Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento de tensões de polimerização em função do fator C e do modo de fotoativação: uma explicação considerando a porcentagem contração linear, a microdureza e o escoamento sob tensão em resinas compostas (2003)

  • Authors:
  • Autor USP: SCHROEDER, MARCOS HAHLBOHM DOLIVEIRA - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODM
  • Subjects: RESINAS COMPOSTAS; POLIMERIZAÇÃO; MATERIAIS DENTÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: As tensões desenvolvidas durante a polimerização são geralmente responsabilizadas por inúmeros inconvenientes, tais como dor pós operatória,aparecimento de fendas entre o dente e a restauração, deflexão de cúspides, etc. Com a finalidade de contribuir para o entendimento dos mecanismos de desenvolvimento das tensões de polimerização em compósitos, foi medida a tensão desenvolvida durante a polimerização de três marcas de resina composta (Durafill VS, Heliomolar RO e Herculite XRV),variando o fator C (1, 0,5 e 0,25) e usando quatro diferentes intensidades (1.000, 500, 250mW/cm² e variável "ramp") totalizando sempre a mesma densidade de energia (18J/cm²). Os espécimes (n=3) tinham formato cilíndrico (2,1mm de diâmetro e alturas de 1mm, 2mm e 4mm). A luz incidiu perpendicularmente ao eixo dos cilindros. A tensão (Mpa) foi medida numa máquina de ensaios universal Instron com extensômetro, mantendo as extremidades dos espécimes a distância constante por 30 minutos, incluído o tempo de ativação. Como testes complementares para auxiliar na explicação dos mecanismos, foi medida a porcentagem de contração linear de polimerização (%CLP), a micro dureza e o escoamento sob tensão em espécimes iguais aos descritos acima. A %CLP na direção do eixo dos espécimes iguais aos descritos acima. A %CLP na direção do eixo dos espécimes cilíndricos (n=5) foi medida com extensômetros Instron aos 15 minutos. O escoamento (E'delta'L) (n=3) foi medido em máquina Instron comextensômetro, começando logo após a fotoativação e mantendo durante 30 minutos a carga constante de 40,866N. A micro dureza Knoop foi obtida com microdurômetro Shimadzu HMV em dois espécimes especialmente construídos seguindo os mesmo parâmetros. Os resultados do estudo permitiram concluir que: 1) a resina Herculite desenvolveu maior tensão que a Heliomar e a Durafill, que foram semelhantes entre si. ) 2) A tensão desenvolvida foi dependente do Fator C apenas para a resina Herculite (híbrida) e não para a Durafill nem para a Heliomolar (microparticulada); o mecanismo pelo qual a tensão é aumentada em cavidades com maior fator C parece estar ligado à maior %CLP neste tipo de cavidade, associado a uma capacidade de escoamento sob tensão reduzida para aquela resina. 3) A tensão desenvolvida é dependente do modo de ativação, mesmo que mantida a mesma densidade de energia, sendo maior para os modos que envolviam maior densidade de potência (1.000mW/cm² e variável) do que para os demais (500 e 250mW/cm²). Não se pode atribuir este efeito a eventuais diferenças no grau de conversão (avaliado pela dureza dentro de uma mesma resina), nem apenas ao fato de exibirem maior %CLP, mas sim a uma menor capacidade de escoamento sob tensão
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2003

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCHROEDER, Marcos Hahlbohm D´Oliveira; BALLESTER, Rafael Yague. Desenvolvimento de tensões de polimerização em função do fator C e do modo de fotoativação: uma explicação considerando a porcentagem contração linear, a microdureza e o escoamento sob tensão em resinas compostas. 2003.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.
    • APA

      Schroeder, M. H. D. ´O., & Ballester, R. Y. (2003). Desenvolvimento de tensões de polimerização em função do fator C e do modo de fotoativação: uma explicação considerando a porcentagem contração linear, a microdureza e o escoamento sob tensão em resinas compostas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Schroeder MHD´O, Ballester RY. Desenvolvimento de tensões de polimerização em função do fator C e do modo de fotoativação: uma explicação considerando a porcentagem contração linear, a microdureza e o escoamento sob tensão em resinas compostas. 2003 ;
    • Vancouver

      Schroeder MHD´O, Ballester RY. Desenvolvimento de tensões de polimerização em função do fator C e do modo de fotoativação: uma explicação considerando a porcentagem contração linear, a microdureza e o escoamento sob tensão em resinas compostas. 2003 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020